O empresário catarinense Luciano Hang, dono da rede Havan, é alvo de uma operação deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta quarta-feira (27). O órgão cumpre 29 mandados de busca e apreensão em inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) que investiga o disparo ilegal de fake news e ataques contra ministros da Corte.

Além de Santa Catarina, as ordens judiciais estão sendo cumpridas no Distrito Federal, no Rio de Janeiro, em São Paulo, no Mato Grosso e no Paraná, de acordo com informações preliminares.

A operação também tem como alvos o ex-deputado federal Roberto Jefferson e os blogueiros Allan dos Santos e Sara Winter, que, assim como Hang, são aliados do presidente Jair Bolsonaro.

 

 

O inquérito para apurar a produção de notícias falsas e disseminação de ameaças a ministros do STF foi aberto em março do ano passado, por ordem do ministro Dias Toffoli, atual presidente da Corte.

WhatsApp

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Telegram Jaraguá do Sul