Entre os vários fatores que levaram os investigadores até a localização do bando que assaltou o aeroporto quero-quero na última semana em Blumenau, um dos que mais chama atenção é a clonagem da viatura que os marginais utilizaram para fugir sem chamar atenção (ou não).

Ao que tudo indica, eles queriam clonar uma viatura do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), tanto que utilizaram a mesma logo e as mesmas cores, mas, erraram em outros vários aspectos:

Viatura clonada x Viatura Original:

  • Na viatura dos bandidos consta a frase: Atendimento - UTI Móvel, logo abaixo, Sistema de Atendimento UTI Móvel, sendo que na original a inscrição é Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, ou seja eles trocaram o serviço por sistema.
  • No símbolo do SAMU, abaixo da cruz da vida, a inscrição original é Sistema Único de Saúde (SUS), na viatura Fake é "Sistema de Serviço UTI Móvel".
  • Além disso, as unidades avançadas não se chamam UTI Móvel mas sim USA (Unidade de Suporte Avançado).

Vista lateral: Fake x Original

  • Viatura Fake não tinha o número 192 e nem o nome SAMU. Além disso, a placa não era de SC, mas sim de SP, algo não comum para uma viatura rodando no Estado.

Dentro da viatura, os policiais localizaram além de munições, vários coletes balísticos e também explosivos.

Quer receber as notícias no WhatsApp?