A DIC (Divisão de Investigação Criminal) de Jaraguá do Sul prendeu um homem de 58 anos condenado por estuprar a enteada adolescente. O mandado de prisão foi cumprido na manhã desta sexta-feira (12).

De acordo com a Polícia Civil, o homem foi condenado a 20 anos de prisão em regime fechado.

 

 

A sentença foi proferida pela 1ª Vara Criminal de Jaraguá do Sul em 2017, mas houve um recurso feita pelo autor do crime ao TJSC (Tribunal de Justiça de Santa Catarina).

No início do ano, o Tribunal de Justiça de Santa Catarina confirmou a sentença aplicada em primeiro grau e determinou a prisão deste criminoso.

A pena foi de 20 anos de reclusão, pois a Justiça se convenceu que ele estuprou por diversas vezes sua enteada ao longo de três anos consecutivos, entre 2011 a 2013.

A vítima era adolescente na época. Porém, a vítima possui uma limitação de ordem intelectual, razão pela qual era considerada pessoa vulnerável, sob a ótica jurídico-penal.

A situação de abusos somente teve fim quando a mãe da vítima descobriu a situação e levou o caso ao conhecimento da Polícia Civil.