Théo foi morto com tiros, chutes e golpes de enxada na cabeça | Foto: Reprodução Facebook/OCP News
Théo foi morto com tiros, chutes e golpes de enxada na cabeça | Foto: Reprodução Facebook/OCP News

A Divisão de Investigação Criminal da Polícia Civil (DIC) em Jaraguá do Sul prendeu outros dois envolvidos em um homicídio ocorrido no bairro Santo Antônio. Os mandados de prisão preventiva contra um homem de 23 anos e uma mulher de 27 foram cumpridos na noite desta quarta-feira (12).

De acordo com o delegado titular da DIC, Daniel Dias, o homem assumiu que matou Théo Henrick Kuhn de Souza, de 21 anos, no dia 19 de maio. Durante o depoimento, ele se negou a dizer que os outros três suspeitos, incluindo a sua companheira, estavam na cena do crime.

Na semana passada, outros dois envolvidos no crime também foram presos em um trabalho conjunto entre as polícias Civil e Militar. Os irmãos, de 19 e 24 anos, foram capturados após a Justiça expedir o mandado de prisão preventiva da dupla.

O primeiro foi detido pela PM nas proximidades do shopping, na avenida Getúlio Vargas, no Centro, na sexta-feira (7). Com as informações obtidas com a captura do foragido, os agentes da DIC prenderam o segundo homem em um apartamento no bairro Vila Nova.

Disputa pelo tráfico de drogas 

O crime ocorreu em uma residência na rua na rua Hilda Friedel Lafin. Segundo a investigação, o pivô para a morte de Théo foi uma discussão em uma festa. A vítima foi surpreendida por quatro pessoas durante a madrugada. Ele foi morto com tiros, chutes e golpes de enxada na cabeça.

A suspeita é de que havia uma disputa pela venda de drogas entre a vítima e os autores do crime. Théo tem uma extensa ficha criminal com 17 passagens policiais por crimes como tráfico de drogas, agressão, porte ilegal de arma e desacato.

Quer receber as notícias no WhatsApp?