A forte chuva registrada neste domingo (3) causou estragos em Jaraguá do Sul. Durante a segunda-feira (4), equipes da Secretaria de Obras realizaram a limpeza das ruas Carlos Oecshler, José Theodoro Ribeiro, Luís Spezia, Domingos Rosa e da avenida Marechal Deodoro da Fonseca, os grandes pontos de alagamento, e outras vias menores.

De acordo com o secretário de Obras, Onésimo Sell, outros pontos também foram limpos pelos servidores durante o dia. Também foram registrados estragos nas ruas Rudolfo Grossglakz, Olímpio Junkes, ambas no bairro Ilha da Figueira, e Rua André Corsino de Magalhães, no Vila Nova.

Equipe da Secretaria de Obras realizou a limpeza da rua Seme Matar, no Centro, na tarde desta segunda | Foto: Fábio Junkes/OCP News

A aposentada Maria Elisabete Rosa, de 62 anos, mora há 20 anos na rua Rudolfo Grossglakz e nunca viu um estrago como esse. Ela conta que ficou assustada com o grande volume de água que desceu pela rua e que por pouco não teve a casa invadida.

“Eu fico indignada porque ninguém veio fazer nada ainda. Como é que o meu filho vai trabalhar? Dependendo da lajota, se você pisar, afunda. Isso é um descaso! Durante a noite, eu tive que chamar o Samae para trancar a água. Senão, seria pior”, comenta a aposentada.

50mm de chuva em uma hora

A Defesa Civil registrou ocorrências em 13 bairros e localidades de Jaraguá do Sul. O órgão atendeu, até às 21h30 deste domingo, 18 casos por todo o município. Em pouco mais de uma hora, choveu uma média de 50 milímetros na cidade.

As equipes do órgão registraram 10 pontos de alagamentos, três quedas de muros, quatro estruturas com rachaduras e o risco eminente da queda de uma árvore. O último está sendo avaliado pela Defesa Civil.

Os bairros e localidades onde as ocorrências foram registradas são: Tifa Martins, Ilha da Figueira, Água Verde, São Luís, Jaraguá Esquerdo, Rau, Vila Nova, Barra do Rio Molha, Centro, Jaraguá 84, Vila Lenzi e Garibaldi.

Tempo instável

A semana promete ser de instabilidade climática com pancadas de chuva durante o período. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Defesa Civil do Estado de Santa Catarina. Para a região do Litoral Norte, o tempo fechado e chuvoso deve se estender até a tarde desta terça-feira (5).

A previsão é de temporais com rajadas de ventos maior ou igual a 60 km/h. A quantidade de chuva deve ficar entre 20 a 40 milímetros no período de 24 horas. Estas condições são provocadas pelo avanço de uma frente fria, combinada com os ventos quentes e úmidos da Amazônia e instabilidades em médios e altos níveis da atmosfera.

O conjunto favorece a formação de núcleos de tempestades explosivas. Na sexta-feira (8), a previsão é de chuva mais fraca e isolada mais na região Leste do Estado, com elevação da temperatura para máxima de 28°C no Oeste e 25°C no restante de Santa Catarina.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram

Facebook Messenger