Na tarde do último domingo (17), três pessoas morreram após um avião de pequeno porte cair em Cascavel, no Oeste do Paraná.

 

 

A aeronave transportava uma família - pai, mãe e filha - que havia passado o feriado da Proclamação da República no litoral catarinense. Além deles, apenas o piloto estava no avião.

O cardiologista Eduardo Philippi e sua filha Fernanda Philippi, de 12 anos, morreram na queda - já a esposa, Graziela Philippi, foi socorrida e encaminhada ao Hospital Universitário de Cascavel em estado grave. O piloto, identificado como Magnus Padilha, de 32 anos, também morreu no acidente.

Cardiologista Eduardo Philippi é uma das vítimas fatais do acidente | Foto: Reprodução/Facebook

A queda do avião foi registrada por volta das 17h30 nas imediações da PR-486, próximo à pista particular em que deveria pousar.

Empresa lamenta a morte do piloto

Em mensagem divulgada em uma rede social, a West Wings Escola de Aviação, empresa em que o piloto trabalhava, lamentou a morte de Magnus Padilha.

"Agradecemos imensamente o tempo que pudemos conviver com ele, que será sempre lembrado pelo profissionalismo, honestidade, lealdade, inteligência, competência e sensibilidade para lidar com as adversidades e conflitos humanos", diz um trecho do texto.

Ainda não se sabe o que pode ter causado a queda da aeronave. Uma investigação para apurar o ocorrido está em andamento.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram