Há um mês, o cabeleireiro Rudieri Furlan, de 29 anos, sofreu um grave acidente de trânsito.

Na noite do dia 18 de agosto, Rudi, como é conhecido, voltava para casa de moto e teve a frente cortada por um carro em Jaraguá do Sul. O motorista fugiu após a batida.

Depois de três cirurgias, ele ainda se recupera dos graves ferimentos no Hospital São José e deve enfrentar mais uma, no coração.

Nos procedimentos, tirou um rim, o baço e costurou o peritônio, membrana que recobre as paredes do abdome. Rudi também sofreu fraturas nos dois braços.

 

 

“Ele já tirou o dreno e também os pontos da barriga e do braço. Está começando a se movimentar bem e está muito lúcido, mas tem um pouco de dificuldade para falar. O Rudi já começou a levantar e está fazendo o trabalho com os fisioterapeutas”, comenta Patrícia Suelen Pereira, esposa da vítima.

Apesar da recuperação, o cabeleireiro ainda tem que enfrentar mais um desafio. Com o impacto da batida, a válvula tricúspide do coração de Rudi não está funcionando corretamente.

Agora, ele aguarda uma vaga em Mafra para realizar uma nova cirurgia.

Solidariedade

 

Campanha de doação de sangue foi organizada para salvar a vida de Rudi | Foto: Arquivo Pessoal

Rudi sustentava a casa, pois todo o tempo da mulher é dedicado aos cuidados do filho do casal, de três anos.

O menino sofre de uma doença degenerativa rara e precisa de muita atenção. Patrícia passou a morar com os pais após o acidente.

Durante a internação de Rudi, não faltaram demonstrações de solidariedade. Sem expectativa de alta do hospital, a família recebe doações de amigos e parentes.

Fraldas e leite são doados rotineiramente e até uma campanha para doação de sangue foi organizada.

“Ele vai ter que abrir o coração e não temos uma expectativa para ele voltar para casa. Ele é muito guerreiro e a gente sabe que ele vai sair dessa. Graças a Deus, muitas pessoas nos ajudam com doações, inclusive das terapias. Ele é uma pessoa muito querida, destaca.

Uma campanha para doação de sangue foi organizada para Rudi. Ao todo, 30 pessoas foram ao Hemosc (Hemocentro de Santa Catarina) para ajudar o cabeleireiro.

O sangue doado foi o suficiente durante o tempo em que ficou internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Patrícia conta que o marido vai precisar de uma cadeira de rodas. Se alguma pessoa quiser ajudar o casal com a doação do equipamento e outros donativos, o telefone de contato é o (47) 9 9641-4924.

“Fizeram uma live e uma rifa para conseguir dinheiro para a recuperação dele. Gostaria de agradecer a todos os que estão nos ajudando neste momento difícil”, frisa.

Investigação

A batida envolvendo a moto pilotada por Rudi e um carro aconteceu na rua Presidente Epitácio Pessoa, no Centro, nas proximidades do trevo de acesso à rua Erwino Menegotti.

A vítima foi levada pelos bombeiros em estado estável para o hospital, mas teve uma piora no quadro após dar entrada na unidade.

A família e os amigos de Rudi conseguiram descobrir onde o condutor que provocou o acidente estava guardando o veículo. A

Polícia Civil foi chamada e agora está realizando a investigação do caso. O motorista pode ser indiciado por lesão corporal culposa na direção de veículo automotor e por afastar-se do local do acidente, para fugir à responsabilidade penal ou civil que lhe possa ser atribuída.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança