Na noite desta quarta-feira, ciclistas realizaram mais um protesto em Criciúma pedindo por mais ciclovias na cidade e melhoria na mobilidade urbana.

A pauta é considerada tão de extrema importância, que todos os sete candidatos ao cargo de prefeito tratam da questão em seus planos de governo. Acerca de ciclovia, a Unesc já tem um projeto, mas há a necessidade de captação de recursos.

O grupo saiu da área central da cidade e foi até o bairro Santa Luzia, no local do acidente que vitimou Clara Inês de Andrade, de 41 anos. Lá, eles deitaram as bicicletas em manifestação e deram uma salva de palmas em homenagem à vítima e demais vítimas do trânsito. Alguns também levaram cartazes.

Reprodução / Facebook Gentil Francisco (Jornal dos Bairros)

Clara foi a quinta ciclista vítima de acidente de trânsito na Região Carbonífera, e a quarta de Criciúma, em pouco mais de quatro meses.

O acidente

Ela se deslocava para o trabalho, por volta das 6h30min, quando foi atingida por um ônibus, que saia da Rua da Paz para fazer a conversão para a Avenida Universitária.

A vítima, que veio a óbito ainda no local, deixa seis filhos.

Casos

  • Em 8 de junho, uma mulher de 40 anos, foi atingida por um caminhão na Rodovia Alexandre Beloli, no bairro Primeira Linha.
  • Em 23 de junho, um adolescente, de 13 anos, foi atropelado por um ônibus na Avenida Centenário, após se desequilibrar na calçada e cair no corredor. A situação gerou inclusive manifestações pedindo ciclovia na cidade.
  • Em 20 de julho, um jovem, de 25 anos, veio a óbito após se desequilibrar e ser atingido por uma carreta, na Rodovia Otávio Dassoler, na região do bairro Próspera.
  • Em 1º de agosto, um homem de 50 anos morreu após ser atingido por uma EcoSport, na Rodovia Jorge Zanatta, em Içara. O motorista também não resistiu dias depois.
  • Nesta quarta, 28 de outubro, a vítima foi uma mulher, de 41 anos, na Avenida Universitária, no bairro Santa Luzia, novamente em Criciúma.

 

Leia também

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp