Amigos pedem ajuda para a família que teve a casa depredada por vândalos em Guaramirim.

O crime foi registrado no domingo (22), no terreno localizado às margens do contorno rodoviário, no bairro Caixa D’Água.

O terreno doado por um amigo para Nelson Wackerhage.

Com a mulher e os filhos, ele estava construindo a residência nas horas vagas e pretendia morar no local no fim do ano.

Janelas, portas, o telhado, um veículo e os móveis que estavam no local foram danificados.

 

 

Alguns produtores de arroz da região se organizaram para ajudar a família.

Algum dinheiro já foi arrecadado para auxiliar no reparo do que foi destruído, mas eles ainda precisam de mais ajuda.

O autônomo Dirlei Möglich conta que conhece Nelson há pelo menos 12 anos.

Foto: Arquivo Pessoal

Ele foi uma das pessoas que encontrou a residência depredada. Dirlei conta que a família estava sem ir até a obra há cerca de 20 dias.

“Eles estavam trabalhando em uma chácara fazendo a manutenção, fazendo cerca, tratando o gado e as ovelhas. Ele estava fazendo esse bico na chácara para levantar um dinheiro e finalizar a obra. Eu e o meu compadre fomos dar uma volta pela lavoura e avistamos a casa toda depredada. Infelizmente, eles destruíram tudo”, comenta Dirlei.

Nelson estava trabalhando na chácara localizada no bairro Santa Luzia há sete meses.

Porém, ele sofreu um acidente no dia 15 de julho e ainda aguarda o INSS para receber o período de atestado.

“Há alguns anos nós estamos construindo o chalé. O desejo de finalizar e ir morar lá tem se estendido por bastante tempo, pois estamos aguardando ser feita a marginal e a Celesc realizar a ligação de energia. A previsão era até o fim do ano passado, mas até agora não ficou pronta”, conta.

De acordo com Nelson, a família estava juntando dinheiro para colocar placas solares na residência.

Porém, novamente o sonho de ir morar no local foi adiado pelos danos causados pelos vândalos.

O contato para doações de móveis, materiais de construção e valores em dinheiro pode ser feito pelo telefone (47) 9612-5915.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre segurança pública da região (acidentes de trânsito, ações policiais):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança