Adolescente encontrado em Schroeder é sepultado

Adolescente encontrado em Schroeder é sepultado Adolescente encontrado em Schroeder é sepultado

Segurança

Por: Claudio Costa

quarta-feira, 08:13 - 07/02/2018

Claudio Costa
O corpo do jovem encontrado pela Polícia Civil na segunda-feira (5), em uma área de mata na rua Rio de Janeiro, no bairro Schroeder I, em Schroeder, foi identificado. Roger Machado Figueiredo, de 17 anos, foi liberado para a família pelo Instituto Médico Legal e sepultado nesta quarta-feira (7), no Cemitério Municipal de Guaramirim. De acordo com a Polícia Civil, o trabalho de investigação prossegue e ainda faltam algumas etapas para concluir o inquérito.
Roger Machado Figueiredo, de 17 anos | Foto Reprodução
LEIA MAIS: Polícia Civil encontra corpo em Schroeder - Polícia Civil investiga suspeita de homicídio em Schroeder Segundo o responsável pela delegacia de Schroeder, o policial civil Marco Willians Rosa da Silva, o laudo cadavérico ainda não foi entregue pelo Instituto Geral de Perícias (IGP) e anexado ao inquérito policial, mas a chance de que o corpo encontrado seja de outra pessoa é pequena. Marco trabalha com a hipótese de homicídio. Detalhes não foram revelados para não atrapalhar o andamento das investigações. Apesar de o corpo da vítima estar em estado avançado de decomposição, principalmente pela ação de animais que habitam a mata, as mãos e os braços estavam intactos, o que possibilitou a retirada das impressões digitais para uma posterior comparação com os arquivos do IGP. “Eles colheram as digitais e enviaram uma análise no computador para ver se bate com as digitais que estão no sistema. A chance de que seja ele é de 99%, mas ainda estou aguardando o resultado das análises”, comenta Rosa. De acordo com o delegado titular da Divisão de Investigação Criminal, Daniel Dias, o corpo foi encontrado em uma trilha no bairro Schroeder I. Policiais da divisão se espalharam pela localidade para buscar o paradeiro do corpo dado através de uma denúncia anônima através do número 181, o disque denúncia. Roger estava deitado de barriga para cima em uma área com muita lama. O crânio de Roger estava com uma laceração, o que indica que ele teve uma lesão na cabeça.  Peritos do IGP realizaram uma varredura na área com um detector de metais em busca de indícios da arma do crime, mas nada foi encontrado. A Polícia Civil informou que Roger não trabalhava e nem estudava quando desapareceu, no dia 26 de janeiro. Ele tinha passagens por posse de drogas e furto. “A gente está trabalhando para chegar em um resultado positivo ainda esta semana. Começamos as diligências antes mesmo da localização do corpo. A gente já imaginava que o corpo era do rapaz porque ele estava desaparecido no mesmo bairro”, conta, ao ressaltar que o cadáver foi encontrado após três dias de buscas na área de mata e com acesso apenas para veículos tracionados. Quer receber as reportagens do OCP Online pelo whatsApp? Basta clicar aqui
×