A vereadora Sirley Schappo (Novo) manifestou o seu apoio ao movimento Lactantes pela Vacina, que luta para incluir mães em período de amamentação como prioridade na vacinação contra a Covid-19. Na sessão da Câmara Municipal de Jaraguá do Sul nesta quinta-feira (20), ela citou o exemplo de um bebê que nasceu no dia 9 de abril na cidade de Tubarão, no sul de Santa Catarina, com anticorpos contra a doença. O bebê é filho de uma médica que foi vacinada contra a Covid-19 enquanto estava grávida.

Sirley ressalta que o movimento ganhou adesão de muitas pessoas pelo país, que estão marcando várias lideranças políticas com algum poder de influenciar o debate público. Todavia, a vereadora lembra que a prioridade na vacinação é determinada pelo Governo Federal e que o município só pode começar a vacinar outros grupos após atender a todas as pessoas que estão na lista de prioridades.

A parlamentar também lembrou que o Brasil é um dos países com maior número de bebês mortos pela Covid-19, com mais de 1.200 casos. Para ela, esse é um dos motivos que fazem a campanha Lactantes pela Vacina ser legítima e necessária.

"Gostaria que todos aqueles que puderem marcar os seus representantes em nível federal, o façam para que o Governo se sensibilize nesta questão”, frisou.

O vereador Jonathan Reinke (Podemos) fez coro ao pedido, lembrou que também foi marcado diversas vezes nesta campanha e ressaltou que a vacinação de lactantes traz grandes resultados no combate à Covid-19. Ele afirma que tem fé que em breve o grupo de lactantes será incluído nas prioridades da vacinação.