Depois de repercussão negativa do projeto de lei dos vereadores de Jaraguá do Sul que aumenta o valor das diárias, a proposta foi aprovada com menos votos favoráveis e com redução no valor para viagens a Brasília.

 

 

No projeto original, de autoria da Mesa Diretora, o valor máximo da diária para a capital do Distrito Federal era de até R$ 832, que corresponde a 4,5 vezes o valor da UPM (Unidade Padrão do Município) conforme previa a matéria. Neste ano, a UPM é de R$ 184,89.

O projeto foi aprovado em primeira votação na sessão de 13 de junho, com nove votos a favor da proposta, e uma abstenção, de Ademar Winter (PSDB).

Nesta terça-feira, 2 de julho, a matéria foi colocada na pauta para a segunda votação, junto com uma emenda apresentada pela Mesa Diretora.

A emenda, com data de 24 de junho, diz que a diária integral para as viagens a Brasília será o equivalente a 3,5 vezes a UPM, o que reduz o valor da indenização para R$ 647,11.

Considerando a diária atual, de R$ 510, o aumento será de 26%, diferente da proposta anterior, que aumentaria a diária em 63%.

A emenda foi aprovada com dois votos contrários, de Winter e de Celestino Klinkoski (PP). Já o projeto de lei, votado em seguida, recebeu cinco votos favoráveis e cinco contrários, levando o presidente da Câmara, Marcelindo Gruner (PTB) a desempatar a votação, aprovando a proposta.

Votos a favor do aumento nas diárias

Arlindo Rincos (PSD)

Isair Moser (PSDB)

Eugênio Juraszek (PP)

Jackson Ávila (MDB)

Pedro Garcia (MDB)

Marcelindo Gruner (PTB) – voto de desempate

Votos contrários ao aumento nas diárias

Ademar Winter (PSDB)

Anderson Kassner (PP)

Celestino Klinkoski (PP)

Jaime Negherbon (MDB)

Ronaldo de Souza (PSD)

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito: 

WhatsApp  

Telegram  

Facebook Messenger