O vereador de Joinville, Pastor Ascendino Batista (PSD), propôs punir quem agendar a aplicação da vacina contra a Covid-19 no município e não comparecer no dia e horário marcados.

Ele apresentou um Projeto de Lei Complementar na semana passada que estabelece multa de 11 a 20 Unidades Padrão Municipal (UPMs). Hoje, cada UPM corresponde à R$ 316,88. Ou seja, faltar à vacinação agendada pode custar até R$ 6.337,60 ao cidadão.

Segundo a Prefeitura de Joinville, mais de 650 pessoas deixaram de comparecer ao horário agendado para tomar a segunda dose da vacina. O projeto do vereador vale tanto para a primeira dose quanto para a segunda.

Ainda de acordo com a proposta, quem apresentar justificativa para a ausência ou tiver cancelado o horário previamente não deve ser penalizado. O projeto ainda deve passar por comissões antes de ser levado para plenário e, se aprovado, sancionado pelo prefeito.