A secretária da Educação de Jaraguá do Sul, Ivana Atanásio Dias, e uma equipe de técnicos da pasta visitaram a Câmara Municipal nesta terça-feira (19) para apresentar aos vereadores jaraguaenses o projeto de construção do novo Centro de Educação Infantil no bairro Ilha da Figueira.

O primeiro projeto de lei autorizando a liberação de R$ 300 mil para a construção do novo CMEI deve ser votado em breve no Legislativo jaraguaense. Todavia, outro PL que libera mais R$ 6,4 milhões também está tramitando na Câmara e ainda vai passar pelas comissões da Casa de Leis para depois ir à votação em plenário.

A nova unidade de ensino terá 3.412,72 m2 de área construída e atenderá a cerca de 400 crianças de 0 a 5 anos de idade. O prédio contará com área coberta para embarque e desembarque de alunos, 20 salas de aula, oito solários, sala de leitura, pátio coberto, pomar, horta, cinco parques cercados, dois parques molhados, caixa de areia, entre outros espaços, tudo adaptado aos deficientes físicos.

O CMEI será construído na Rua Tobias Forlin, com fundos para a Rua José Theodoro Ribeiro, e tem previsão de valor total de cerca de R$ 13,8 milhões. Segundo a previsão dos técnicos da Secretaria, as obras devem durar mais de 700 dias e os documentos para abertura de licitação devem ser encaminhados ao Paço Municipal nesta semana. A intenção é de que, em dezembro de 2022, 46% dos trabalhos já estejam concluídos.

Os vereadores questionaram a secretária sobre o valor da obra, muito maior do que o valor destinado à construção do CMEI no bairro Rio Cerro II, que deve custar pouco mais de R$ 3 milhões. Segundo Ivana, este será um CMEI bem maior do que o do Rio Cerro II e também terá uma maior capacidade de atendimento. Ela lembra que o bairro Ilha da Figueira é o mais populoso de Jaraguá do Sul e o que tem a maior demanda represada por vagas em creches.