Os deputados estaduais Paulinha (PDT), líder de governo na Assembleia Legislativa de SC, Vicente Caropreso (PSDB), Rodrigo Minotto (PDT) e Marlene Fengler (PSD) entraram nesta quarta-feira (27) com representação no Conselho de Ética da Casa para solicitar a cassação de Jessé Lopes (PSL) por quebra de decoro parlamentar.

A representação foi embasada nas insinuações levianas que o deputado Jessé fez no twitter contra o governador Carlos Moisés (PSL). No texto publicado, Jessé comentou: "Secretária da Casa Civil aparece grávida e Douglas Borba assume a paternidade. Douglas é demitido e agora a secretária diz que o filho é do Governador Moisés e que o teste de DNA deverá ser feito. Parece que o bombeiro andou apagando fogo fora da Agronômica."

Após a polêmica feita pelo próprio deputado Jessé, ele acabou apagando a publicação em sua conta oficial e se retratou dizendo que fez uma interpretação equivocada associando a postagem à compra dos respiradores pelo governo do Estado

O governador emitiu nota e divulgou um vídeo destacando que as medidas cabíveis devem ser tomadas em relação ao deputado. Além de Moisés entidades e a própria Alesc emitiram notas de repúdio pelo comportamento leviano e irresponsável do parlamentar.

No documento apresentado Conselho de Ética, Paulinha destaca que "a medida irresponsável tomada pelo Representado [Jessé Lopes] de difamar a honra dos envolvidos gerou enorme repercussão perante a mídia estadual e nacional e que é notório que constitui-se fato gravoso e ofensivo à imagem de terceiro."

Como Jessé é um dos membros da Comissão de Ética, o presidente deputado Volnei Weber (MDB), é que dará prosseguimento ao pedido.

Em nota emitida na segunda-feira (25) pela Alesc os parlamentares destacam que :"cabe debater ideias e projetos para superar desafios e encontrar caminhos para o desenvolvimento econômico e social do nosso Estado, com vistas a uma melhor qualidade de vida para todos. A Presidência da Assembleia Legislativa não compartilha com iniciativas que, de alguma forma, venham a ferir a honra das pessoas, bem como não compactua com pré-julgamentos em quaisquer circunstâncias."

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul