O governador de Santa Catarina Carlos Moisés (PSL) divulgou no começo desta semana uma nota e um vídeo de repúdio às insinuações levianas feitas pelo deputado estadual Jessé Lopes (PSL) em seu twitter.

No texto publicado, Jessé disse que uma servidora apareceu grávida e que o ex-secretário da Casal Civil "Douglas Borba assumiu a paternidade", e emendou: “Douglas é demitido e agora a secretária diz que o filho é do governador Moisés e que o teste de DNA deverá ser feito. Parece que o bombeiro andou apagando fogo fora da Agronômica”, se referindo de forma chula ao governador.

Após a polêmica feita pelo próprio deputado Jessé Lopes, ele acabou apagando a publicação em sua conta oficial e se retratou dizendo que fez uma interpretação equivocada associando a postagem à compra dos respiradores pelo governo do Estado:

Responsabilização

Além da nota, o governador Moisés também divulgou um vídeo em que afirma que estão sendo estudadas as medidas legais cabíveis para responsabilizar o deputado Jessé Lopes por este tipo de publicação.

"Esta mentira não ficará impune", disse o governador e emendou: "Este parlamentar não representa a maioria dos deputados catarinenses. Não posso permitir que eu e minha família seja atacada desta forma desonrosa", comentou indignado.

 

Confira o vídeo:

Apesar de ser do PSL, Jessé está entre os deputados que faz oposição ao governo de Moisés. O deputado já recebeu punição de sete meses do partido por conta de postagens que foram feitas contra o governador em 2019.

Além disso, Jessé já demonstrou em outras postagens e comentários públicos, seu posicionamento machista e polêmico tendo recebido muitas críticas dentro e fora da Alesc.

Entidades pedem foco dos políticos do Estado

O movimento Reage SC, composto por mais de 95 entidades do Estado, também se pronunciou nesta terça-feira (26) com relação às acusações levianas do deputado Jessé Lopes.

Consta na nota que em meio a uma crise sem precedentes, o movimento Reage SC entende que os políticos do estado devem estar focados neste enfrentamento. As entidades lamentam qualquer debate sobre a vida pessoal de quem quer que seja.

Confira a nota na íntegra:

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul