PSDB diz que Jair Pedri não ‘atende princípios da boa política’

Foto: Lúcio Sassi/Arquivo OCP Online Foto: Lúcio Sassi/Arquivo OCP Online

Política

Por: OCP News Jaraguá do Sul

segunda-feira, 09:36 - 15/02/2016

OCP News Jaraguá do Sul
Em documento enviado à imprensa, presidente Marcia Alberton diz que o vereador tem perfil político incompatível com o PSDB e não atende às características que os jaraguaenses merecem. Abaixo a carta na íntegra: “O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) de Jaraguá do Sul comunica que em virtude da incompatibilidade com os princípios ideológicos e éticos do partido, e antecipando o início da janela partidária, libera o vereador Jair Pedri para a desfiliação, para que este possa seguir em nova legenda que esteja de acordo com o seu posicionamento político e princípios éticos. A decisão é resultado de uma análise feita em meados de janeiro, diante da declaração do nobre vereador perante a notificação emitida em dezembro pelo PSDB. Conforme a presidente do PSDB, Marcia Alberton, o documento enviado por Jair Pedri não justificava sua postura com o partido que o acolheu há três anos. “O recebemos de braços abertos”, afirma Marcia, lembrando que logo ao ingressar no PSDB, Jair Pedri assumiu um cargo de gerente na Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR Jaraguá do Sul), cargo este, que fez o nome do vereador alavancar, contribuindo para sua eleição. “Por isso, a executiva e conselho de ética, acordou pela liberação do vereador, antes de 18 de fevereiro, data que marca início da janela partidária, já que não há interesse em mantê-lo no partido, pois entendemos que o perfil do vereador não atende aos princípios de uma boa política, desacordando com a linha do PSDB”, afirma Marcia. A presidente afirma que o vereador Jair Pedri tenta justificar seu desejo de desfiliar-se do PSDB, argumentando que não há entendimento com a atual executiva, que assumiu o posto em junho de 2015. “Mas as atitudes de incoerência com o partido vem desde quando o nobre vereador, Jair Pedri, filiou-se ao partido, ou seja, há duas gestões anteriores. Somam-se a isto, as atitudes do nobre vereador que, desde o início de 2015 atua politicamente com outro partido, demonstrando que o seu perfil político é incompatível com o perfil que o PSDB deseja de seus filiados e nem o perfil de político que os jaraguaenses merecem”. Ainda em resposta, a comentários do vereador em entrevista recente para um meio de comunicação, a presidente do PSDB lembra que nenhum candidato se elege sem ter uma sigla. “O vereador Jair conquistou a cadeira porque nossa sigla o elegeu com mais de 5 mil votos, incluindo os votos dos suplentes. E a lei é clara, um vereador se elege por causa de uma sigla, nenhum vereador eleito faz voto sozinho. Assim cadeira que hoje ocupa, nunca foi somente do nobre vereador, mas de nosso partido”, diz. Marcia encerra, declarando que, “Não existe democracia se não existir partido forte. Porém, a crise política não é fruto da existência da instituição (sigla), mas sim o indivíduo que participa dela. ”
×