Com discursos de unidade, o MDB catarinense definiu por aclamação, na manhã desta segunda-feira (23), em Florianópolis, o dia 15 de fevereiro de 2022 como a data para a realização das prévias que escolherão o candidato da sigla para o governo do Estado.

Antes disso, os três pré-candidatos do partido, deputado federal Celso Maldaner, o senador Dário Berger e o prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli, terão autonomia para buscar o entendimento entre eles e definir quem será o candidato.

“O mais importante é a unidade do partido. O diretório escolheu a data de 15 de fevereiro. E nada impede que junto com o Antídio e o Dário encontremos uma proposta antes da data da prévia. O MDB unido é a força para a vitória em 2022”, disse Maldaner.

Os emedebistas também definiram, por unanimidade, que havendo a realização de prévias, os membros dos diretórios municipais, prefeitos, vices e vereadores terão direito a voto. Além disso, uma comissão foi formada para tratar das candidaturas a deputado estadual e federal.

“A nossa integração e a nossa união, aconteça o que acontecer, será nossa marca. Porque separados não chegaremos a lugar nenhum. Vamos focar todos os nossos esforços para viabilizar nosso retorno ao governo do Estado”, afirmou o senador Dário Berger.

“A minha preocupação é ganhar a eleição. Esse é o ponto. Pela força, pela capilaridade que temos, pelo exemplo que somos e unidos”, afirmou o presidente da associação dos Prefeitos do MDB, prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli.

Os ex-governadores Paulo Afonso e Eduardo Moreira, bem como o líder da bancada estadual, Valdir Cobalchini, o presidente da Alesc, deputado Mauro De Nadal, e o vice-presidente nacional do MDB, Carlos Chiodini, entre outras lideranças, também falaram em tom de unidade.

Comissão para tratar das candidaturas a deputado estadual e federal

  • Ronaldo Benedet
  • Mauro Mariani
  • Gilberto Agnoli
  • João Carlos Grando
  • Eliseu Mattos
  • Moacir Sopelsa