Eleito governador em Santa Catarina com apoio massivo de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, Jorginho Mello (PL) repudiou as manifestações que bloqueiam as rodovias do estado nesta segunda-feira (31).

As informações são do portal g1.

"Eu sei da paixão e da dor que os bolsonaristas estão tendo neste momento, mas eu não concordo com manifestação. Quebradeira não constrói nada, não vai mudar nada", afirmou.

Ao menos 27 pontos das estradas federais catarinenses estão interditadas ou com obstruções parciais, conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Nas imagens dos protestos compartilhadas, é possível ver grupos de manifestantes com camisetas e bandeiras do Brasil. Há trechos em que os manifestantes queimaram pneus, pedaços de madeiras, estacionaram veículos em local proibido e colocam areia ou terra em toda a via.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), não há liderança para negociar a liberação dos trechos.

A PRF também informou que atua de forma pacífica para liberar as vias, mas desde a madrugada o número de bloqueios aumenta no estado.

Em entrevista, o governador eleito com maior porcentagem do país, também disse que é "uma pessoa da paz", que respeita as manifestações e que os bolsonaristas foram muito importantes para ele, mas que espera pacificação ao longo do dia.