Em entrevista à Rede OCP de Comunicação, o prefeito eleito de Joinville Adriano Silva (Novo) falou sobre sua vitória surpreendente à prefeitura do maior município do Estado.

Também foi abordado na entrevista as primeiras ações de Silva quando assumir o Executivo e como pretende atuar com o Legislativo joinvilense e os governos estadual e federal.

Confira a entrevista:

OCP – A que você atribuiu sua vitória à prefeitura de Joinville? A população realmente cansou da velha política na cidade?

A vitória nas urnas foi resultado de um planejamento a longo prazo e uma soma de fatores. Definimos a pré-candidatura há mais de um ano e começamos a divulgar as ideias e propostas do partido.

A minha história de voluntariado facilitou a união de pessoas voluntárias pelo mesmo propósito. O fato do partido não usar o fundo eleitoral e partidário, com poucos recursos provenientes de doações, também conquistou o eleitorado.

Fizemos uma campanha franciscana de levar a informação até as pessoas em todos os bairros e usamos as redes sociais para apresentar as propostas e dialogar com o eleitor. Além disso, a nossa campanha foi muito transparente e propositiva.

OCP – Para o segundo turno, sua chapa recebeu apoio dos candidatos que estavam na disputa do primeiro turno?

O Novo não faz coligações por ser contra o uso do fundo partidário e eleitoral, e como todos os demais utilizam, isso inviabiliza esse processo.

Dessa forma fizemos uma campanha de chapa pura no primeiro e segundo turno. No segundo turno recebemos manifestações públicas de apoio de outros candidatos, mas sem conchavos e troca de favores. Faremos um governo para todos e com muito diálogo.

OCP – Quais serão suas primeiras ações no governo de Joinville, já que durante a campanha o que mais os candidatos comentavam era a questão de um certo abandono da cidade?

Os primeiros atos do governo serão voltados para dois grandes projetos, a desburocratização dos processos e o embelezamento da cidade que faço questão de liderar pessoalmente.

A ideia do mutirão da desburocratização é reunir Ministério Público, entidades de classe, secretarias de governo e a câmara de vereadores na mesma mesa e solucionar os problemas. Não estou inventando nada. Esse modelo já deu certo em Jaraguá do Sul e vamos replicar em Joinville. Precisamos facilitar a vida do cidadão, a abertura de empresas e a geração de empregos e renda.

Para embelezar a cidade, propomos motivar a comunidade para recuperação de praças, jardins e espaços públicos. Todos nós queremos uma cidade bonita e mobilizaremos os voluntários para colaborar com a prefeitura nesse projeto no centro da cidade e nos bairros.

Para um segundo momento, a ideia é criar opções de entretenimento nas praças como food trucks e alternativas de lazer. Quem aluga os espaços passa a cuidar dos ambientes e os próprios clientes avaliarão os cuidados por meio de aplicativo. Boas notas resultarão em descontos no aluguel.

OCP – Quando e como você e sua vice vão começar a montar a equipe de governo?

No segundo dia após eleitos lançamos o processo seletivo para cargos comissionados do governo. Acreditamos que um governo efetivo e capaz de entregar serviços públicos de qualidade à população depende de profissionais de alto desempenho, motivados e capacitados para encarar os desafios técnicos, gerenciais e políticos, além de entregar resultados.

Por essa razão, os cargos comissionados do nosso governo serão, preferencialmente, contratados por meio de um processo de recrutamento e seleção.

Em virtude do pouco tempo de transição disponível (em razão do adiamento das eleições pela pandemia), vamos nos dedicar a escolher, como prioridade, o time de primeiro escalão e cargos chaves (Secretários, Diretor-Executivo e Gerências), para que a máquina pública não pare.

Novo recebe mais de 8.500 currículos para os cargos comissionados do prefeito eleito de Joinville Adriano Silva

O objetivo é formar um time técnico e com a competência necessária para otimizar o uso dos recursos públicos e atender ao cidadão com serviços públicos que apoiem e melhorem o seu dia a dia.

OCP – Como deve ficar a estrutura administrativa de seu governo? Secretarias devem ser extintas ou criadas?

A estrutura do governo municipal de Joinville já passou por uma recente reforma administrativa. No primeiro momento, nossa ideia é manter a estrutura como está e nos primeiros meses avaliar as oportunidades de melhorias e implantá-las no segundo momento, se necessário.

OCP – Como você vai trabalhar o apoio ao seu governo na Câmara de Vereadores? E como será sua relação com os governos estadual e federal?

Sempre com muito diálogo e transparência, colocando os benefícios para a cidade acima de qualquer divergência de pensamento. Independente da ideologia ou do partido, defendo que precisamos dialogar com todas as esferas do governo e trabalhar pelo desenvolvimento de Joinville e o bem do joinvilense.

 

Telegram Jaraguá do Sul