O governador Carlos Moisés (PSL) fez uma visita institucional à Assembleia Legislativa (Alesc) na tarde desta terça-feira (11) para tratar da derrubada do veto ao projeto que destina recursos estaduais às obras em rodovias federais de Santa Catarina, feitos pela então governadora interina Daniela Reinehr (sem partido), um dia antes do julgamento do impeachment.

Durante reunião com os deputados, o chefe do Executivo elencou os motivos para barrar o veto realizado durante o governo interino.

“Fiz um apelo - e documentei isso por meio de um ofício - para que os líderes levassem às suas bancadas a demanda do Governo pela derrubada do veto. Esse é um movimento importante. O dinheiro é dos catarinenses independentemente de ser um tributo estadual ou federal. O usuário da rodovia é um catarinense. O que estamos fazendo aqui é o que a população quer”, salientou o governador.

 

 

Os projetos aprovados na Alesc libera a aplicação de até R$ 350 milhões de recursos estaduais para acelerar as obras nas BRs 470, 280 e 163. Cerca de 25 deputados participaram do encontro com o governador e, segundo o presidente da Alesc, o deputado Mauro de Nadal, o clima é amplamente favorável à derrubada.

“O governador fez um grande apelo e expôs todas as suas razões. Oportunizamos a manifestação de todos os líderes. No mérito, há um grande aplauso ao projeto e acredito que, na hora da apreciação do veto, acompanhando o pedido do Governo, é pela derrubada do veto”, afirmou Mauro de Nadal.

Deputado Zé Milton volta à liderança

Durante a reunião com os deputados, também foi oficializado o retorno do deputado Zé Milton Scheffer à liderança do Governo na Alesc. O governador elogiou o trabalho realizado pelo deputado até março e disse contar com o seu bom trânsito no Parlamento para aprovação dos projetos de interesse do Estado.

Na opinião do parlamentar, o momento é de recuperar o tempo perdido e acelerar ações e projetos de benefício à sociedade.

“Nosso papel será de fortalecer a união e o diálogo para encaminhar soluções aos problemas da população catarinense. Já tivemos dificuldades e instabilidades suficientes neste mandato. Agora é o momento de acelerarmos, deixando as barreiras para trás, com o objetivo de construir o futuro. O momento é de harmonia entre os poderes Executivo, Legislativo e a sociedade”, afirma Zé Milton.

Deputados elogiam disposição ao diálogo

O encontro entre o governador e os deputados foi marcado por demonstrações de boa vontade de ambas as partes. Segundo os parlamentares, o fato de Carlos Moisés comparecer à Alesc foi um gesto no sentido da ampliação do diálogo. Por um breve período, as autoridades também discutiram a necessidade do envio e da aprovação célere do projeto de Reforma da Previdência Estadual.

Na opinião do deputado Maurício Eskudlark, o Parlamento será um apoiador do Governo em tudo que for necessário para fazer Santa Catarina avançar.

“Acredito que todos os projetos de interesse do Estado terão a convergência dos deputados para apoiar o Governo. Temos ainda quase dois anos de mandato. É um tempo curto, mas há muito a se fazer por Santa Catarina”, afirma Eskudlark.