A Câmara de Vereadores de Florianópolis rejeitou os dois pedidos de investigação de quebra de decoro do prefeito Gean Loureiro (DEM), na acusação de estupro a ex-servidora comissionada da Secretaria Municipal de Turismo. Por 13 votos a 9, e uma ausência, o caso foi arquivado em plenário.

 

 

O caso tornou-se público na semana passada, quando foram divulgados detalhes do Boletim de Ocorrência, registrado no último dia 9, na Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso.

Confira os votos

Os vereadores Guilherme Pereira, Ed Pereira, Gabrielzinho, Marcelo da Intendência, Maria da Graça, Renato da Farmácia, Roberto Katumi, Miltinho Barcelos, Erádio Gonçalves, Claudinei Marques, João Luiz da Bega e Dinho, além do presidente Fábio Braga votaram contra os pedidos de investigação.

Afrânio Boppré, Lino Peres, Vanderlei Lela Farias, Marquito, Celso Sandrini, Pedrão, Maikon Costa, Rafael Daux e Edinho Lemos votaram pela abertura do processo. Dalmo Menezes não estava na sessão.

Os pedidos de instalação da comissão processante foram protocolados pelo vereador Maikon Costa e pelo economista Bruno Negri.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp