A cada dois minutos, um homem faz procedimento cirúrgico estético no Brasil. A informação é da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBPC). O país também é o segundo no mundo, atrás dos EUA, a realizar a técnica.

Um dos especialistas mais requisitados de Jaraguá do Sul, o cirurgião plástico Josinaldo Martins, 37, confirma o levantamento. “Em minha clínica, atendo cinco vezes mais homens hoje, do que há três anos”, diz.

Uma das razões, segundo o médico, é o avanço nas técnicas. Ele cita a lipoescultura ultrassônica e a lipo de definição como cirurgias menos invasivas e de recuperação mais rápida. “Essas são muito buscadas pelos homens.”

Foto divulgação

Apesar de mais homens estarem preocupados com a saúde estética, os procedimentos voltados às mulheres ainda são os mais comuns. A cirurgia mais buscada no mundo continua sendo a de aumento de mamas com uso de próteses. “A lipo vem em segundo”, frisa.

Levantamento das mamas, redução de mamas, abdominoplastia, rinoplastia (nariz), otoplastia (orelha de abano) e lifting de face são as mais procuradas, respectivamente. “O fato de estarmos próximos do litoral alavanca a busca por alguns destes procedimentos”, ressalta.

Todas as idades

Segundo Martins, não há restrição de idade para procedimentos dessa natureza, desde que seja respeitada a característica de cada menor. “Recém-nascidos e bebês com fissura labial podem, por exemplo, necessitar de cirurgia plástica”, afirma.

Já a partir dos sete anos, crianças com orelha de abano podem recorrer à otoplastia. “Também meninas com mamas muito grandes [gigantomastia] serão orientadas a buscarem cirurgia plástica, a depender, neste caso, das características do crescimento”, explica.

Em relação à terceira idade, de acordo com o médico, a cirurgia é possível desde que a pessoa apresente boa saúde. “Não pode haver contraindicações para a realização da técnica.”

Foto divulgação

Recuperação

Martins lembra que o tempo de recuperação depende do procedimento realizado. Atualmente são empregadas técnicas cada vez menos invasivas, assim, o restabelecimento, bem como o retorno ao trabalho acaba sendo bem mais rápido.

“Costumo orientar minhas pacientes que caso o trabalho não envolva esforços físicos, não há prejuízo na recuperação”, frisa, acrescentando que “a pessoa deve manter os cuidados pós-operatórios, mesmo voltando ao trabalho.”

Onde atende

O Dr. Josinaldo Martins (CRM/SC 14269 e RQE 11.611) tem sua clínica estabelecida na rua Tufie Mahfud, 210 , Sala 201, no Centro Comercial ECM, em Jaraguá do Sul/SC, ao Lado do ginásio Arthur Muller. Os contatos são: (047) 3058-2003, (047) 9.9779-9779 ou contato@josinaldomartins.com.br. O site é o www.josinaldomartis.com.br.