Pode até parecer contraditório, mas a água, a fonte da vida, pode estar prejudicando as pessoas, enfraquecendo o organismo e facilitando a proliferação de doenças. Especialistas afirmam que as águas encanadas, purificada (que passa por filtros comuns) ou até mesmo a mineral engarrafada, estão longe de serem ideais para consumo.

Apesar de todos saberem que é preciso beber, no mínimo, dois litros por dia, a parte mais importante deste processo é a qualidade do líquido. E este é um tema que acaba não sendo abordado pela maioria dos especialistas da saúde.

De acordo com o nutrólogo e especialista em medicina ortomolecular Marco Marcondes, com a ingestão da água correta é possível retardar o envelhecimento e prevenir doenças, desde as mais comuns até as degenerativas, como o câncer, osteoporose e o diabetes.

“A água que encontramos para beber é ácida, e isso torna o organismo o lugar ideal para doenças. Por isso, o primeiro passo para evitar o câncer é alcalinizar o corpo; a água alcalina é um antiácido natural que ajuda a neutralizar os níveis de acidez no corpo”, explica Marcondes.

A acidez da água é medida pelo PH (potencial hidrogeniônico). Como o organismo possui um PH que fica entre 7,35 e 7,4, ingerir água levemente alcalinizada com PH acima de oito, vai ajudar a equilibrar o potencial ácido.

Correção do PH no corpo

Sérgio Cruz é naturopata, palestrante e estudioso da qualidade da água há mais de dez anos em Jaraguá do Sul, e explica que se uma pessoa ingere água com PH de 4,5 ou 6, o corpo será submetido a um trabalho exaustivo de corrigir a falta.

“Hoje, se muita gente sofre com a osteoporose é devido à ingestão de uma água ruim. Com o organismo muito ácido, o corpo realiza o trabalho de alcalinização retirando o fosfato de cálcio dos ossos, enfraquecendo-os com o tempo”, aponta.

Mas além do PH adequado, a água ainda precisa ser pura, antioxidante, mineralizada (com magnésio e outros) e hidratante para ser completamente aproveitada.

Marines Oening e Sergio Cruz estudam a qualidade da água há anos e querem garantir qualidade para os jaraguaenses. | Foto Matheus Wittkowski / OCP News

Segundo Cruz, hoje, a maioria dos purificadores não oferece o tratamento adequado, pois contam com tecnologia antiga, que não atende mais à atual realidade. “O filtro que geralmente temos em casa vai retirar a sujeira, mas não fazer o tratamento que se deve”, analisa o naturopata.

Pensando em melhorar a qualidade da água ingerida na região do Vale do Itapocu, ele e a esposa Marines Oening, que é terapeuta, abriram uma franquia da empresa Waterfall Soluções em Água, que conta com aparelhos multiprocessadores, que purificam o líquido e devolvem todos os nutrientes que o ser humano precisa.

Foto Divulgação

Através da tecnologia Diamond Water, a água passa a trabalhar como um combustível energético no corpo, retirando o cloro, produtos químicos e bactérias, devolvendo a mineralização e condutividade, corrigindo a acidez ou o ORP (Potencial Redox - oxidação/redução).

“Quando a gente insiste em tomar a água errada, temos que ter noção de que isso vai trazer muitos prejuízos à saúde. Uma água pobre tem o ‘poder’ de engordar, envelhecer e desidratar uma pessoa, pois não tem os componentes necessários para fazer bem, realizando o efeito contrário”, complementa a terapeuta Marines que também estuda a área da saúde pela água há anos.

Água de nascente, poço ou garrafinha?

De acordo com o nutrólogo Marcos Marcondes, todos estamos suscetíveis a beber uma água de má qualidade, não somente pelos produtos que são acrescentados ao tratamento da água encanada, mas também à forma de transporte e armazenamento do líquido engarrafado.

O frasco de plástico ou garrafão de 20 litros, por exemplo, submetidos ao calor - inclusive na hora de transportar, dentro dos caminhões - produzem um hormônio feminino chamado xenoestrogeno, sendo o grande responsável pelos cânceres de mama, útero e próstata.

Quanto às águas de poço ou nascente, o naturopata Sérgio Cruz afirma que é praticamente impossível encontrar uma água pura na natureza hoje em dia.

“Estudos apontam que um cemitério chega a contaminar 14 quilômetros de solo ao seu redor, o chorume não se desintegra, atingindo lençóis freáticos e rios. Já os postos de gasolina chegam a contaminar um raio de três quilômetros”, diz Cruz, acrescentando que hoje ter água de poço como boa para ingerir é ilusão.

O estudo “Geografia do Uso de Agrotóxicos no Brasil e Conexões com a União Europeia”, da pesquisadora Larissa Mies Bombardi, do Laboratório de geografia Agrária da Universidade de São Paulo, revelou a grande permissividade da lei brasileira quanto ao uso de agrotóxicos no país.

Naturopata se preocupa com a situação da água que a população bebe, comprovadamente cheia de hormônios e agrotóxicos. | Foto Matheus Wittkowski / OCP News

A contaminação da água é o que mais chama a atenção, com a lei brasileira permitindo limite 5 mil vezes superior ao máximo que é permitido na água potável da Europa. O Brasil tem, segundo o estudo, 504 agrotóxicos de uso permitido. Desses, 30% são proibidos na União Europeia – alguns há mais de uma década.

Desde 2008 o Brasil é o país campeão mundial em uso de agrotóxicos, fazendo a população consumir 20% do que é comercializado mundialmente.

Produtos garantem bem-estar e hidratação

Apesar de ser extremamente saudável a ingestão da água pura e alcalina, também é indicada para uso externo. Tomar banho, lavar as mãos, alimentos e cozinhar também pode trazer grandes benefícios.

“Já tivemos relatos de pessoas que tiveram um resultado muito melhor ao usar a água pura nos tratamentos de pele e cabelo, por exemplo. Isso porque eliminou a presença do cloro e metais pesados da água que poderiam vir a neutralizar os nutrientes presentes nos produtos de tratamento”, garante Marines.

Produtos Waterfall

Foto Matheus Wittkowski / OCP News

A marca oferece uma linha completa de aparelhos para tratamento de água residencial, comercial e industrial. Confira:

  • Multiprocessador de água WF5: garante uma água pura, livre de cloro, sem gosto e cheiro, livre de bactérias, rica em minerais e equilibra o PH.
  • Multiprocessador de água WF7: garante uma água pura, livre de cloro, sem gosto e cheiro, livre de bactérias, rica em minerais, antioxidante, hexagonal, PH acima de 8,5, alta condutividade, tensão superficial baixa e ORP negativo.
  • Shower Filter Ionized: para instalar no chuveiro e garantir uma água cristalina, livre de cloro, mineralizada e ionizada que protege a pele, deixa os cabelos mais macios e sedosos, não irrita os olhos e proporciona uma pele mais jovem e macia.
  • Filtros ponto de uso: aplicação em máquinas de lavar roupas, lavadoras de louças, caixas d’água, máquinas de café, máquinas de gelo, máquinas industriais e bebedouros.

Foto Divulgação

Onde encontrar

Para conhecer ou adquirir o multiprocessador da Waterfall, entre em contato pelos telefones (47) 3207-9249, 9 9771-5240 e 9 9955-0200, e solicite uma visita e demonstração do produto, assim como dos benefícios da água pura. Acompanhe também as redes sociais: Facebook e Instagram.

Através dos produtos da Waterfall, os jaraguaenses poderão garantir a ingestão de uma água mais alcalina, pura e mineralizada. | Foto Matheus Wittkowski / OCP News

A Waterfall Soluções em Água tem sua sede em Pato Branco (PR). Atua na há 18 anos no mercado nacional e há dois anos inovou com esta tecnologia revolucionária, despontando como uma das melhores marcas de desenvolvimento e comercialização de equipamentos de filtração, processamento e purificação de água.