Uma das principais causas das dores nas costas é a hérnia de disco. Ela consiste em uma lesão - normalmente na região lombar - que causa dores e também perda de sensibilidade nas coxas, pernas e pés.

De acordo com o Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral (ITC), 95% dos casos de hérnia de disco podem ser tratados sem intervenção cirúrgica.

Isto só é possível com o uso da fisioterapia como tratamento. O fisioterapeuta Bruno Francisconi é especialista em hérnias de disco, e atende na Smart Fisio - ITC Vertebral em Jaraguá do Sul. Segundo ele, o tratamento destas lesões é feito em três etapas:

  1. Alívio da dor;
  2. Ganho de mobilidade articular;
  3. Estabilização segmentar.

De acordo com Francisconi, os tipos de hérnia de disco são: degeneração discal, protrusão discal, extrusão discal e sequestro discal - entenda na ilustração a seguir.

Foto divulgação

O profissional salienta que independentes de qual destes tipos forem diagnosticados, as etapas de tratamento serão sempre as mesmas. O que muda de paciente para paciente são os sintomas, e é isto que faz com que os fisioterapeutas precisem dedicar mais tempo em uma ou outra etapa.

"Quanto mais dor o paciente tiver, mais tempo será dedicado para que ele saia da crise de dor. O que vai diferenciar é o quanto de dor ou até mesmo travamento esse paciente chega", explica Francisconi.

Quanto antes melhor

Após certo tempo de tratamento, existe o que se chama de "reabsorção da hérnia de disco". Isto acontece quando o disco que se movimentou - causando a hérnia - volta ao lugar de origem, reduzindo os sintomas.

Fisioterapeuta Bruno Francisconi (Foto por Matheus Wittkowski/OCP News)
Fisioterapeuta Bruno Francisconi (Foto por Matheus Wittkowski/OCP News)

O especialista explica que quanto antes o tratamento for iniciado, mais eficaz é a fisioterapia e que quanto maior o tamanho dela, maior as chances de o corpo reabsorve-la.

"Com um tratamento especializado, dentro de 6 meses, os pacientes já sentem uma mudança radical nos sintomas desta doença", explica Francisconi.

Hérnia de disco e a postura

Um dos fatores que contribuem e muito para o surgimento de uma hérnia de disco no decorrer da vida é a má postura. Quanto mais tempo o seu peso não estiver distribuído igualmente, maior a probabilidade de uma hérnia de disco surgir.

Veja algumas dicas para ter uma boa postura no seu dia a dia.

  • Tarefas domésticas: evite deixar sua coluna em forma de "arco". Faça de tudo (inclusive subir os móveis), para que ela fique reta.
  • Durante o sono: escolha um colchão semi-rigido e o travesseiro nos locais corretos. Se você dorme de lado, um em baixo da cabeça e outro entre os joelhos dobrados. De barriga para cima, use um travesseiro abaixo dos joelhos. Evite dormir de bruços.
  • Sentado: mantenha os dois pés apoiados no chão, e garanta que suas coxas estão encostando na maior parte possível do assento.

Smart Físio - ITC Vertebral

Foto: Piero Ragazzi/OCP News

A Smart Fisio - ITC Vertebral fica na rua Pastor Ferdinand Schlunzen, 194, Centro, de frente à creche Corujinha. Contato: (47) 3017-8545 | 9 9623-9512. Acompanhe também as redes sociais: Facebook | Instagram.

Profissional: Bruno Francisconi (CREFITO 10.193547-F)