Foto Piero Ragazzi/OCP News
Foto Piero Ragazzi/OCP News

O ano de 2020 definitivamente foi um dos mais atípicos dos últimos tempos. A pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) abalou o mundo e o mercado financeiro, acarretando em mudanças nas mais diversas áreas de produtos e serviços, e também no comportamento do consumidor, que passou a ressignificar certas coisas.

No mercado imobiliário, os impactos foram grandes, mas o cenário de juros baixos tem chamado a atenção para o investimento em imóveis e, junto a isso, a pandemia trouxe de volta a valorização da casa própria.

A tendência que vinha se instalando no Brasil, entre os jovens de classes mais altas, de não querer mais ser “dono das coisas”, tem mudado. O pensamento girava em torno de que alugar (casas ou carros) fosse mais vantajoso, fazendo com que esses jovens vivessem de rendimentos em vez de pagar as parcelas de um financiamento imobiliário, por exemplo.

Foto Piero Ragazzi/OCP News

Mas depois de boa parte da população ter sido obrigada a ficar em casa, com o objetivo de combater a disseminação do vírus, mesmo esse público passou a valorizar a casa própria.

Em entrevista ao Estadão, o economista Luiz Calado, autor do livro “Imóveis”, da editora Saraiva, explica que essa valorização se deve pela segurança de se ter um bem. E para o investidor que possui uma renda extra, esta é a possibilidade de adquirir o imóvel para ganhar tanto com a renda do aluguel quanto com a valorização do bem.

“O momento de pandemia também evidencia a importância da casa própria. Ter uma propriedade constitui segurança e patrimônio”, disse.

Somando isso com a questão do juro baixo, pode ser esse o momento ideal para esse tipo de investimento. Com a menor Selic da história, as aplicações de renda fixa estão rendendo tão pouco, que muita gente pode preferir destinar suas economias à compra de um imóvel - e as taxas dos financiamentos estão atrativas.

Lugar ideal para construir a sua casa

Entre as principais escolhas das famílias na hora de buscar um imóvel para construir, estão os condomínios horizontais, que além de possuírem terrenos amplos e prontos para obras, também garantem segurança e lazer.

Neste sentido, o Residencial Duquesa de Chartres é uma das melhores opções em Jaraguá do Sul. É um condomínio horizontal de alto padrão, que conta com terrenos grandes, com média de 600m², para construir belas e espaçosas casas, além de viabilizar a exploração da parte externa para curtir momentos ao ar livre.

Foto Piero Ragazzi/OCP News

Tem uma estrutura completa de lazer, com piscinas, playground, sala de jogos, cancha de bocha, quadra de futebol e quadra de tênis e de squash, para os moradores se divertirem e passarem bons momentos com a família.

Inaugurado em 2016, o empreendimento tem uma área total de mais de 356 mil metros quadrados, dos quais 240 mil m² são de área verde preservada.

Faça uma visita ao Duquesa

Produto único na região, com lotes prontos para construir. Localizado na Rua Waldemar Gumz, 7151, Vila Chartres (acesso direto ao Centro da cidade), é aberto diariamente para visitação, com acompanhamento da equipe Newland (em horário comercial) ou com as imobiliárias parceiras.

Foto Piero Ragazzi/OCP News

Plano de pagamento incomparável

A Newland tem um plano diferenciado com entrada de 10% e saldo em 72x, com parcelas progressivas e iniciando a partir de R$ 2,3 mil ao mês, sem juros e sem correção. Valores e condições válidos para o período desta campanha.

Como adquirir

Entre em contato por um dos canais de venda, de segunda a sexta-feira: (47) 3307-4400 ou WhatsApp 9 9765-3737. Entre em contato também nos sete dias da semana pelo SAC 0800 170 147, ou através de uma das imobiliárias parceiras na região.

Acompanhe todas as novidades pelo site oficial e também pelas redes sociais: Instagram e Facebook.