"Pare, olhe e escute", esta frase é lida por todo o jaraguaense pelo menos uma vez por dia e significa que há uma linha de trem por perto e que é necessário prestar atenção no ambiente ao redor. Nesta situação - e em muitas outras - a audição é muito importante, o que leva ao fato curioso de que até mesmo pessoas com ouvidos 100% saudáveis podem ter problemas de audição.

De acordo com a fonoaudióloga, Karyny Mendonça da Reaudi Reabilitação Auditiva, isto acontece porque ouvir é algo que se aprende, logo, se você não aprender (ou desaprender) a ouvir direito, terá problemas de compreensão dos sons a sua volta.

"O processamento auditivo funciona através da percepção, classificação, organização, armazenamento e lembrança das informações sonoras. Se o cérebro não está habituado a alguma destas etapas, acontece uma falha de compreensão", ressalta a fonoaudióloga.

Adultos - normalmente idosos - e crianças podem ter este problema de compreensão. No caso das crianças, os problemas auditivos precisam de muita atenção desde muito cedo.

Foto: Matheus Wittkowski

Karyny explica que enquanto a criança está aprendendo as habilidades mais importantes (matemática, leitura, lógica e outras), ela precisa muito da audição e a falta dela pode gerar problemas sérios no desenvolvimento.

"Inicialmente, se alguma coisa atrapalhar o aprendizado, a criança irá desenvolver estratégias para aprender contornando o problema. Porém, em algum momento estas estratégias não serão mais suficientes e os problemas de aprendizado começam a acontecer", explica Karyny.

Nos adultos, os problemas de compreensão acontecem quando a pessoa conviveu por muito tempo com um problema auditivo e o cérebro acabou se adaptando as falhas. Neste caso, quando o problema é solucionado - através de um aparelho auditivo ou implante coclear - a pessoa custa a se adaptar com a tecnologia e muitas vezes se frustra e desiste do uso.

Tecnologia que ensina a ouvir

O ato de ensinar a ouvir precisa ser tratado com urgência. No caso das crianças, por conta do momento crucial onde os conhecimentos mais importantes estão sendo aprendidos e ela precisa desenvolver estas habilidades sem falhas. Nos adultos, quanto mais rápido reaprenderem a ouvir - usando o aparelho auditivo - mais fácil será a adaptação ao aparelho.

Percebendo esta urgência, Karyny conta que passou a procurar uma forma de acelerar estes processos. Nesta procura descobriu a tecnologia Sena®.

"A tecnologia é um programa de computador que pode ser acessado pelo paciente até de casa. Ele emite sinais sonoros que estimulam o processo de audição a acontecer da forma correta", explica a a fonoaudióloga Karyny.

Diferente das abordagens mais tradicionais, o uso da tecnologia faz com que a adaptação e a reeducação de quem usa o aparelho sejam muito mais rápidas, evitando problemas.

"A fonoaudiologia não precisa desta tecnologia para educar os pacientes que precisam reaprender a escutar, mas ela acelera o processo e isto evita muitos problemas", finaliza Karyny.

Onde encontrar

A Reaudi fica no Hospital e Maternidade Jaraguá. Na Rua Motoristas de 1936, nº 120, no bairro Czerniewicz, em Jaraguá do Sul. Telefone: (47) 3274-3007. Para mais informações, acesse o Facebook.

Profissional

Karyny Mendonça - Fonoaudióloga.
CRFa 3 - 9171