Foto Piero Ragazzi/OCP News
Foto Piero Ragazzi/OCP News

Bruni Hübner Schwartz, 48 anos, sempre sonhou com algo diferente para a sua vida, mas nunca soube exatamente o que. Quando conheceu a música percebeu que seu propósito era tentar mudar a vida das pessoas através dela.

Foi com esse propósito que ela começou a dar aulas de música, e a Escola Bicho-Grilo passou a fazer parte da sua vida. A escola foi fundada em 1990, por Raimundo Walter Schwartz, com quem se casou quatro anos depois.

O conhecimento musical da empresária envolve os mais diversos instrumentos. E, junto de uma equipe qualificada de professores a Bicho-Grilo oferece, para todas as idades, uma matriz curricular ampla, com cursos de violão, guitarra, ukulele, acordeon, técnica vocal e vários outros.

Mas quando ela diz querer mudar a vida das pessoas com música, não é da boca para fora. Gratuitamente, desde agosto de 2018, Bruni passou a ministrar cursos gratuitos de violão para a comunidade haitiana de Jaraguá do Sul, através da Bicho Grilo.

Foto Piero Ragazzi/OCP News

Mas antes de chegar à rotina de empreendedora, a empresária viveu uma história interessante. Aos 14 anos de idade, mudou se do Paraguai ao Brasil.

Naquela época, a jovem Bruni buscava novos horizontes, novas oportunidades de estudo, e não fazia ideia do que estava por vir. Por anos trabalhou como doméstica para fazer um supletivo do ensino fundamental e concluir o segundo grau.

Contornando a crise

A mulher altruísta, que busca mudar o mundo, e a empresária habitam no mesmo corpo. Ao mesmo tempo em que busca melhorar a vida das pessoas com música, é uma gestora experiente que impressiona ao mostrar que sabe muito bem das características do mercado que sua empresa está inserida, e de como a macro política consegue afetar seu negócio direta e indiretamente.

Foto Piero Ragazzi/OCP News

Sua competência como gestora pôs-se em prova em 1997, quando a crise asiática afetou grandemente o Brasil. Naquela época a Bicho Grilo fechou as portas, obrigando Bruni e o marido a tentarem, sem sucesso, conseguir outro emprego.

“Com índices altos de empresas fechando e desemprego em alta, refletiu diretamente a nossa escola, pois sem emprego as pessoas não têm dinheiro”, contou Bruni.

Mas para quem ama o que faz e entende de negócios esse não seria o fim. Já em 1998, Bruni e o Marido usaram sua criatividade. Utilizando madeiras que iriam para o lixo das construções, pintaram nas placas o nome da escola, o telefone e um dos cursos que ofereciam. Seis meses mais tarde, o resultado apareceu: a Bicho Grilo voltou à tona com novos alunos estudando música.

Bruni é uma mulher humilde, mãe de duas filhas, que acha que a luta por direitos das mulheres já resultou em muitas conquistas.

“É muito importante que não se esqueça que a frente destas vitórias sempre houve uma grande mulher e todas as mulheres têm possibilidade de se sobressair no empreendedorismo”, complementa.

 

Carreira: dedicar-se com amor que os resultados serão alcançados
Família: o alicerce da vida
Lembrança: meus pais (in memorian) que com sua humildade me ensinaram desde pequena a trabalhar e ser quem sou hoje
Sonho: criar e desenvolver projetos sociais com a música como ferramenta da transformação social
Objetivo: realizar o meu sonho de ajudar através da música a quem mais precisa
Uma inspiração: minha mãe
Um lugar: Santa Rosa, no Paraguai
Um livro: Faça Acontecer, de Sheryl Sadberg
Um filme: Como era Verde Meu Vale
Uma frase: “Felicidade é quando o que você pensa, o que você diz e o que você faz estão em harmonia.” - Mahatma Gandhi

O que é ser mulher? Como diz a música de Erasmo Carlos ‘Dizem que a mulher é sexo frágil, mas que mentira absurda. Eu que faço parte da rotina de uma delas, sei que a força está com elas’.

 

Onde encontrar: rua Erich Sprung, 200, Água Verde, em Jaraguá do Sul • (47) 3371-9201 • 9 9118-3883 • FacebookInstagram