É real! Muitos outros grãos estouram quando colocados em altas temperaturas. Alguns deles são: sagu, sorgo, quinoa, arroz selvagem, amaranto e trigo-mourisco, entre outros, porem, nenhum deles é tão usado e apreciado no sabor quanto o milho

Entenda como funciona o processo de pipocar.

São necessários três fatores:

  • Grande quantidade de água no interior do grão;
  • Bastante amido na composição;
  • Casca dura e resistente.

Quando o grão é levado a temperaturas altas a água fica encapsulada vira vapor, mas não consegue escapar. Com o aumento na pressão interna o grão estoura, o amido gelatinoso do interior entra em contato com o ar externo, esfria rapidamente e assume a forma sólida que conhecemos como pipoca.

Foto divulgação

O milho é o grão mais apreciado, pois a quantidade de água e amido no interior são generosas, fazendo com que a pipoca de milho seja mais saborosa e maior que pipocas de outros grãos.

Apesar disto, outros grãos são usados em sua forma "estourada" para decorar pratos e trazer crocância à pratos e saladas, por exemplo.

Aquela famosa pipoca doce comprada no supermercado já estourada, ao contrário do que muitas pensam, não é feita de grão de arroz, e sim de grão de milho, mas em forma de canjica. Usa-se "canhões" com lança-chamas para a produção, veja na foto:

Foto divulgação