Na noite da última quarta-feira (8), após paralisação de caminhoneiros, os postos de combustíveis passaram a receber uma grande demanda de consumidores para abastecer. Em Florianópolis, a Guarda Municipal estava nos principais pontos de movimento para auxiliar a população, garantir a segurança e a fluidez do trânsito.

Durante as ações, a GMF recebeu a informação de um consumidor que um posto de combustível na região Central havia removido a placa de preço.

 

 

Diante do ocorrido, a Guarda foi imediatamente até o local e flagrou a prática de aumento dos valores sem aviso prévio ou justificativa, que foi confirmada pelo próprio sócio do estabelecimento, em abordagem dos agentes.

 

 

A GMF já relatou o ocorrido ao Procon da Capital, que tomará todas as medidas cabíveis na manhã desta quinta-feira. A prática de aumento abusivo de preço gera autuação e pode resultar em multa ou mesmo interdição do estabelecimento.