O protesto dos trabalhadores da Comcap terminou em conflito no início da tarde desta terça-feira (21), na entrada da Estação de Transbordo no bairro Itacorubi, em Florianópolis. Em greve desde a manhã, os servidores da empresa pública responsável pela limpeza urbana da Capital tentaram impedir a entrada dos caminhões da empresa terceirizada, contratada para fazer o recolhimento nas regiões Continental e Norte da cidade.

Os grevistas sentaram-se no chão, no portão de entrada da Estação e barraram a entrada de dois caminhões. Os agentes da GMF (Guarda Municipal de Florianópolis) agiram com rigor usando spray de pimenta e tiros de borracha. Pelo menos um trabalhador e um agente ficaram feridos.

 

 

Após a confusão, os manifestaram liberaram a entrada, mas os caminhões da Amazon Fort, a empresa terceirizada, não entraram na estação. Policiais Militares também chegaram ao local e participam das negociações.

 

 

 

Por volta das 13h22min, o clima era de menos tensão no local e representantes dos servidores e da presidência da Comcap negociavam um possível acordo.

Os grevistas são contra a contratação de empresa terceirizada e pedem a manutenção da Comcap pública. A prefeitura alega redução dos custos na operação e investimentos em outros setores da empresa.