Por Dyovana Koiwaski  No último domingo (11), a auxiliar de serviços gerais Dirce Raboch esperou por quase duras horas pelo ônibus que a leva do Centro para o bairro Chico de Paulo, onde seu filho a esperava. Com a demora e sem ter certeza de que o ônibus viria, precisou recorrer a um familiar. Uma situação recorrente, segundo a moradora, para quem depende do transporte coletivo em Jaraguá do Sul. Esta não seria a primeira vez que um ônibus da linha não passa. No dia 22 de abril, um sábado, Dirce conta que aguardou das 17h às 19h pelo transporte. “Sei que existem poucos horários para este trajeto, mas você esperar por mais de horas e ele mesmo assim não passar é uma falta de respeito com os usuários”, comenta a auxiliar. De acordo com o cronograma da Viação Canarinho, concessionário de transporte coletivo no município, nos domingos e feriados existem apenas dois horários de ônibus do Centro para o Chico de Paulo, um às 8h e outro às 15h. Já nos sábados, no período da tarde, tem às 13h35 e às 17h35. De acordo com o gerente operacional da Canarinho, Rubens Missfeldt, o público para esta linha é baixo e muitas vezes os ônibus circulam vazios.
Moradora afirma que foi a segunda vez que o ônibus não passou | Foto Eduardo Montecino
Moradora afirma que foi a segunda vez que o ônibus não passou | Foto Eduardo Montecino
A empresa não prestou esclarecimentos sobre o motivo do ônibus não ter passado pelo trajeto. Nessas situações, Missfeldt orienta os usuários a ligar na Ouvidoria da concessionária e registrar a reclamação. Dirce afirma que entrou em contato com o setor e ainda aguarda pelo retorno. Sem prazo para a nova licitação de transporte Segundo o diretor de Trânsito e Transportes de Jaraguá do Sul, Irio Riegel, o documento para lançamento de um novo edital de concessão de transporte coletivo ainda está em fase de revisão, que deve ser finalizada até o mês de agosto. Na etapa seguinte, o Tribunal de Contas do Estado (TCE), ficará responsável pela análise final, podendo levar 60 dias para conclusão. “A nossa intenção é lançar a licitação ainda neste ano”, afirma Riegel. O contrato de 20 anos com a Viação Canarinho venceu em agosto de 2016, mas foi prorrogado por seis meses pelo então prefeito Dieter Janssen. Com o vencimento do contrato provisório, em fevereiro deste ano, o poder público voltou a prorrogar o serviço.