O cenário econômico atual, a desvalorização do real e as dívidas serviram de alimento para a criatividade dos integrantes do bloco Verde e Rosa, que transformaram a inflação em samba. Com o intuito de representar no desfile o que os brasileiros passam quando o assunto é dinheiro e deixar a mensagem de atenção na hora de novas compras, o bloco integra o desfile de Carnaval de Jaraguá do Sul e, como eles mesmo dizem no refrão, com o jeito alegre querem mostrar que “o dinheiro está perdendo seu lugar.” Vice-campeão do ano passado, quando desfilou o enredo “As quatro estações do ano”, o Verde e Rosa uniu forças para fazer o desfile deste ano acontecer. Sem dinheiro para investir em novos adereços e equipamentos, eles recorreram aos materiais utilizados em anos anteriores e às mentes criativas, que soltaram a imaginação com as fantasias. A presidente do bloco, Janete Rosa, explica que até tinham outro tema em mente, porém, como a inflação é um tema que está em alta, resolveram apostar nele. “É um tema atual e acabou dando muito certo”, diz. 2016_02_02 Verde e Rosa - em (2) Toda a preparação está sendo feita pelos voluntários que participam do grupo e também desfilarão no sábado (6), somando cerca de 110 pessoas. Eles estarão divididos entre as alas e a bateria, que trazem como temas a alta nos preços dos alimentos e gasolina, por exemplo. “O dólar aumentou, o real desvalorizou e isso afetou tudo. Assim como nós paramos para pensar que temos que refletir muito antes de fazer grandes dívidas, queremos que a população também pense nisso”, comenta. Os problemas financeiros levados para a avenida da cidade, que será montada no Parque Municipal de Eventos, são vividos pelo próprio grupo. A diminuição da verba destinada à premiação dos blocos vencedores afetou diretamente o investimento nas fantasias e adereços, mas nem isso desanimou a presidente. “Não é por isso que vamos deixar de fazer um Carnaval bonito para a cidade porque precisamos mantê-lo vivo”, finaliza.