Ler mexe com os sentidos e algumas histórias despertam emoções inimagináveis, inclusive fome. Se você duvida, dê uma olhada nessa lista com alguns livros que têm histórias contagiantes e que vão te deixar cheio de vontade de comer!

O que Einstein disse a seu cozinheiro

Você sabia que nem todo o álcool evapora quando se cozinha com cerveja ou vinho? Por que nada gruda em uma frigideira antiaderente? O que faz as gorduras ficarem rançosas? Nesta interessantíssima viagem gastronômica, você irá desvendar muitos segredos culinários explicados pela ciência. Além de deliciosas receitas criadas especialmente para demonstrar princípios científicos, dicas, um glossário e sugestões de leitura complementam o banquete.

50 restaurantes com mais de 50

O livro conta com particularidades e curiosidades de 50 restaurantes da cidade de São Paulo que ultrapassaram 5 décadas de existência. Além das histórias, o livro traz receitas consagradas desses restaurantes, verdadeiros patrimônios da culinária paulistana, que provam que a tradição é sempre um diferencial a ser saboreado.

O império do ouro vermelho

Nesta deliciosa e fascinante viagem, vamos descobrir os segredos de um dos ingredientes mais usados no mundo inteiro: o tomate. Onde, como e por quem são cultivados e colhidos os tomates que circulam de um continente para o outro? Buscando as respostas para essas perguntas, Jean Baptiste Malet viajou dos confins da China à Itália, da Califórnia ao Gana, em uma investigação única e original que durou dois anos. Esta é a história secreta de uma mercadoria universal.

Histórias da mesa

Neste livro você irá encontrar peculiares historietas envolvendo desde personagens históricos como Carlos Magno, até figuras ficcionais. O livro evidencia uma premissa muito elementar: que a comida não serve meramente para saciar a fome. Seu escopo de significados é amplo, materializando-se em formas de expressar tradições, culturas, identidades. Transformar o ato de comer em ocasiões de deleite sempre afetou a economia, a política, os paradigmas intelectuais e religiosos das sociedades ao longo dos tempos.