Devido a demanda, horário de atendimento foi estendido | Foto Eduardo Montecino/OCP News
Devido a demanda, horário de atendimento foi estendido | Foto Eduardo Montecino/OCP News

A expressão diz que “o brasileiro deixa tudo para a última hora”. Os jaraguaenses fizeram jus à famosa frase nesta segunda-feira (11), último dia para pagamento do IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) à vista, com 10% de desconto e também “Dia D” para parcelamento.

Mesmo com remanejamento de funcionários para atendimento e horário diferenciado – sem pausa para o almoço – a sala destinada aos serviços relacionados ao IPTU esteve lotada.

Quem deixou para o último dia, teve que esperar. Foi o caso da técnica de enfermagem Tailane Coelho, 24 anos, que não imaginava o tamanho da fila que encontrou durante a manhã. “Cheguei aqui e minha senha já tinha 40 pessoas na frente, eu não esperava, realmente fui surpreendida pelo movimento”, disse.

A técnica de enfermagem não recebeu o carnê em casa e explica que esta é a primeira vez que paga o imposto na cidade.

“Fiquei sabendo que hoje era o último dia e como estava de folga, vim. É a primeira vez que eu retiro o carnê e me orientaram a vir pessoalmente justamente por ser a primeira vez”, contou.

Assim como ela, inúmeros outros jaraguaenses estiveram no setor destinado ao atendimento de tributação nos últimos dias.

De acordo com o diretor de receita fiscal, Ivanderson Zabel, só na última sexta-feira (8), foram mais de 500 pessoas atendidas e nesta segunda, aproximadamente 700 atendimentos.

A maior demanda, explica ele, é pelo parcelamento do pagamento. Outra demanda foi a de pedidos de isenção, aponta Zabel. Segundo ele, até segunda-feira, haviam sido realizados 930 pedidos e em menos de três horas no último dia de atendimento, o sistema já havia registrado 50 solicitações.

E foi justamente pela principal demanda que o aposentado Osnir Wurges, 56 anos, chegou cedo na Prefeitura.

Com dois terrenos, Wurges estava no prédio antes das 9h disposto a realizar o parcelamento dos cerca de R$ 1,2 mil referentes às duas propriedades, mas assim como Tailane, ele também se surpreendeu com a quantidade de pessoas que, assim como eles, “deixaram para a última hora.

“Não achei que teria tanta gente assim, peguei uma senha, fui ao protocolo, perdi a vez, tive que pegar outra senha e olha que eu já vim aqui outras vezes e nunca tinha tanta gente, mas pelo menos eles atendem o que a gente precisa”, comentou.

R$ 56 milhões

Se no ano passado o lançamento tributário de Jaraguá do Sul atingiu R$ 50,2 milhões, a estimativa para este ano é superar a arrecadação, garante o secretário da Fazenda, Antenor Galvan.

Segundo ele, que assumiu a pasta há menos de um mês, além de projetar um aumento de cerca de R$ 6 milhões em relação aos valores de 2018, a estimativa é de que aproximadamente 55% dos contribuintes tenham efetuado o pagamento em parcela única, à vista.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?