Por Verônica Lemus | Foto Eduardo Montecino Inaugurada na última segunda-feira (12), a Faculdade Colaborativa do Senai promete dar início a um formato de ensino novo no município e pioneiro no país, integrando o setor industrial e o acadêmico com vistas à inovação. Desenvolvido pelo Senai e pela Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), o modelo vai unir a prática acadêmica às demandas do mercado de trabalho. Com a ampliação das instalações do Senai de Jaraguá do Sul, no bairro Rio Molha, a faculdade passa a contar com mais dois blocos, totalizando uma área de mais de dois mil metros quadrados, incluindo laboratório voltado à construção civil. Para a concretização do projeto, nove grandes empresas da região investiram na estrutura, lembrou o diretor regional do Senai, Jefferson de Oliveira Gomes, contando também com o apoio da Scar. Ao todo, foram aplicados R$ 5,7 milhões, sendo R$ 3,5 milhões de recursos próprios do Senai e R$ 2,2 milhões das empresas parceiras. Um dos resultados dos investimentos é um espaço com nove ambientes educacionais projetados cada um por uma das empresas, em que o objetivo é desenvolver capacidades cognitivas e habilidades sociais e de gestão por meio de projetos representando problemas reais indicados pela indústria. Já o segundo bloco foi estruturado o Laboratório de Edificações, voltado à qualificação dos trabalhadores da área de construção civil. A nova estrutura vai servir de apoio aos cursos de graduação e pós-graduação, assim como às empresas da região, que buscam espaços diferenciados voltados à inovação.  
Nove ambientes educacionais foram inaugurados ontem com a presença de autoridades | Foto Eduardo Montecino
Nove ambientes educacionais foram inaugurados ontem com a presença de autoridades | Foto Eduardo Montecino
"Estamos inovando em SC com a criação de espaços onde recebemos nas instalações do Senai diversos segmentos industriais de empresas de relevância, o que vai possibilitar aos nossos alunos ter um conhecimento ampliado, tanto cognitivo como socioemocionais das diversas atividades industriais exercidas aqui na região”, afirmou o presidente da Fiesc, Glauco José Côrte, durante a inauguração. “O objetivo é aproximar o estudante da indústria, não só para que tenha uma formação mais ampla, mas também para que se sinta motivado a trabalhar na indústria após a conclusão do seu curso”, complementou o presidente. Também participaram da inauguração o presidente da Associação Empresarial de Jaraguá do Sul, Giuliano Donini, o prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli, o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Carlos Chiodini, entre outras autoridades.