Seminário discute Autismo e Inclusão Social nesta sexta-feira em Jaraguá do Sul

Foto: Divulgação

Por: Áurea Arendartchuk

24/08/2023 - 19:08 - Atualizada em: 24/08/2023 - 19:47

Com mais de 400 pessoas inscritas, acontece nesta sexta-feira (25) o 1º Seminário da Apae de Jaraguá do Sul: Autismo e a Inclusão Social. O evento é organizado pela Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Assembleia Legislativa de Santa Catarina. A programação inicia às 8h e segue até as 16h, no Centro Empresarial do município.

As inscrições para o evento foram encerradas logo nos primeiros dias de abertura. “A grande procura mostra a relevância que o tema autismo tem na atualidade, quando assistimos a um crescimento enorme de diagnósticos para Transtorno de Espectro Autista”, aponta o deputado estadual Dr. Vicente Caropreso, presidente da comissão.

O parlamentar explica que a sua comissão tem realizado vários seminários regionais sobre o tema. “Em parceria com Apaes, Amas e outras instituições temos realizado um trabalho muito forte para levar informação de alta qualidade para pais, professores e demais profissionais que atuam na ponta, na orientação das famílias, no atendimento da pessoa com autismo.”

Dr. Vicente é o deputado autor da lei que garante à pessoa com autismo de nível 3, o mais severo, o direito de receber pensão especial no valor de um salário mínimo do governo catarinense. A lei entrou em vigor este ano.

Palestras

A programação inclui cinco palestras. No período da manhã, o coordenador da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, David Crispin, vai abordar o tema “Inclusão Social e Quebra de Paradigmas”. Já a doutora em Psicologia Ana Carolina Wolff Motta abordará o tema “Autismo, Inclusão e Anticapacitismo”.

No período da tarde, o neuropediatra Fábio Agertt vai falar sobre “A Contribuição do Neuropediatra para a Inclusão Social do Autista”. A programação segue com a participação da presidente da Federação das AMAs de Santa Catarina, Catia Purnhagen Franzoi. Ela falará sobre “Autismo em Minha Vida”. O evento se encerra com a palestra da ativista autista Cindy Dalfovo: “Esquisita demais para ser ‘normal’, ‘normal’ demais para ser autista: o diagnóstico tardio e meu lugar no mundo”.