Idosos e imigrantes. Esses dois públicos que buscam atendimento da Secretaria Municipal de Assistência Social de Jaraguá do Sul devem ser alvo de uma pesquisa. A intenção é obter dados como perfil, quantidade e necessidades dessas pessoas para definir políticas de atendimento. 

O município estuda a possibilidade de parceria com Unisociesc e do Instituto Ânima, que pertencem ao mesmo grupo, para elaboração dos diagnósticos.  

De acordo com a secretária de Assistência Social, Maria Santin Camello, foram apresentadas algumas demandas do município em relação aos idosos e imigrantes. 

"Por meio de projetos e participando de editais, o instituto poderá realizar ações em nosso município", explica. 

O coordenador do curso de enfermagem da universidade, Guilherme Braga Passarel, explica que o objetivo conhecer quem são os imigrantes de Jaraguá do Sul. 

"Com esses dados, vamos conhecer essa população, suas origens, escolaridade, profissões, entre outras informações que serão levantadas", completa Maria. 

Passarel diz que um relatório será apresentado com todas as informações, que será usado pela Secretaria para definir as políticas a serem aplicadas. 

Apesar da falta de informação sobre quem é esse imigrante, Maria destaca que todos que procuram atendimento são assistidos pela política pública de assistência social. 

Capacitação para os idosos 

As ações com idosos começarão da mesma forma, com um levantamento das necessidades, o que pode ser trabalhado nos aspectos de saúde e de qualidade de vida. 

"A Secretaria tem como objetivo conhecer a população idosa do nosso município e com isso, oportunizar atividades e ações conforme as necessidades que serão apontadas", declara Maria Santin Camello. 

Segundo Passarel, a tendência é que, com o passar do tempo, idosos se tornem maioria na população, já que a expectativa de vida vem aumentando e o número de nascimentos diminuindo. 

"Daqui a alguns anos vamos ter uma população idosa muito maior e idade média, dos 30 a 40 anos, menor", esclarece. 

Intenção é trabalhar oficinas voltadas ao idoso. | Foto Divulgação/PMJS

O Instituto Anima já realiza em Minas Gerais, e está implementando também em São Paulo, atividades com idosos através da Universidade Aberta e a Secretaria pretende trazer esse programa para Jaraguá do Sul. 

A intenção é oferecer cursos e atividades como informática, idiomas, conhecimento do direito do idoso, fitoterapia, entre outros. 

"Com a possibilidade de realização de novas atividades através do Instituto Anima, vamos inovar e oferecer novos cursos e oficinas as pessoas idosas", comemora Maria. 

Jaraguá do Sul já realiza atividades com idosos e a estrutura utilizada agradou Passarel. "Nós queremos contribuir com isso, intensificar o trabalho que vem sendo desenvolvido com a população idosa", destaca. 

"Acreditamos que no decorrer do segundo semestre algumas atividades estejam sendo realizadas", finaliza a secretária. 

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?