A Secretaria da Saúde vem estudando maneiras de aprimorar o atendimento nas unidades de saúde de Jaraguá do Sul e diminuir as filas de espera.

Para isso, foi feito um acordo para contratação de dois novos médicos e está sendo implantada um novo protocolo de atendimento nos postos.

A Secretaria da Saúde está fazendo um contrato com uma organização social (OS) para disponibilizar dois médicos para o Pama 1. Os médicos trabalhariam das 6h30 às 20h30, de segunda a sexta-feira, e das 7h às 12 nos sábados.

O secretário de saúde de Jaraguá do Sul, Dalton Fischer, explica que aguarda parecer jurídico para dar sequência ao processo. "Se tudo der certo, ainda esse ano teremos os dois médicos", frisa.

Fischer evidencia que a contratação de novos médicos não será uma solução definitiva para a demanda, mas com isso fará os casos de urgência serem atendimentos com maior rapidez.

“As vagas de urgência e procedimentos serão aumentadas. Assim teremos menos faltas”, assegurou Fischer.

Projeto deve evitar filas

Uma das novidades na área da saúde foi a viabilização de um termo de cooperação junto ao Conselho Regional de Enfermagem (Coren) para implantação de protocolos de enfermagem a fim de acelerar os atendimentos.

Segundo a gerente de atenção básica da Secretaria da Saúde, Sílvia Curty, são quatro protocolos. "Doenças crônicas, saúde da mulher, demanda espontânea e IST", explica.

Os protocolos já estão sendo testados na novo posto de saúde, no bairro Jaraguá 84. A intenção é a enfermeira realizar primeira consulta, acompanhando os primeiros passos do paciente.

Ela será a responsável por realizar os exames iniciais, assim quando o paciente vem para a segunda consulta, com o médico, já tem os exames em mãos, agilizando o acompanhamento previsto pelo SUS. "Isso diminui a fila e facilita a vida do médico", ressalta o secretário.

De acordo com Fischer esse novo tipo de atendimento, que amplia a atuação clínica da enfermeira, será implantado, aos poucos, em todas as unidades de saúde de Jaraguá do Sul. A previsão é que no início de 2019 a implantação já esteja acontecendo em todas as unidades.

O protocolo que está sendo aplicado no Jaraguá 84 foi estudado e colocado em prática há cinco em anos, em Florianópolis. Silvia salienta que a execução fez o atendimento melhorar 30% na capital catarinense. "A ideia é se tornarmos espelho para outras cidades praticarem o mesmo procedimento", expõe.

A contratação dos dois médicos e o protocolo deverão reduzir a demanda nos hospitais de Jaraguá do Sul. Pois, triagem realizada pela enfermeira vai definir a situação do paciente e só os casos de urgência deverão ir para o pronto socorro.

A Secretaria de Saúde estima que no começo do ano que vem já deve sentir uma melhora considerável no atendimento e diminuição de filas.

 

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?