Com a assinatura de um convênio de R$ 20,7 milhões nesta quarta-feira (8), Santa Catarina será o primeiro Estado do país a mapear todas as áreas de risco geológico e hidrológico de seus 295 municípios, com foco no planejamento urbano, prevenção e proteção à população. O convênio foi assinado pelo governador Raimundo Colombo (PSD), pelo secretário da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, e pelo diretor de Geologia e Recursos Minerais do Ministério de Minas e Energia, Jose Andriotti. A maior parte do valor conveniado – R$ 16 milhões – vem do governo federal, e os R$ 4,7 milhões restantes são recursos do Fundo Estadual de Proteção e Defesa Civil. O levantamento das áreas – que vai classificá-las como baixo, médio, alto e muito alto risco - será realizado pelo Serviço Geológico do Brasil, vinculado ao Ministério de Minas e Energia, e terá duração de 18 meses.