Será inaugurada na próxima segunda-feira (28) a nova Estação de Tratamento de Esgoto de Jaraguá do Sul, localizada no bairro São Luís. Com capacidade de atender até 77 mil habitantes, a estrutura promete elevar a capacidade de tratamento para a marca de 80% nas próximas duas décadas. As operações de tratamento irão iniciar abrangendo 24,5 mil moradores. Atualmente, 57% do esgoto do município é tratado. Além de ultrapassar esse índice, o investimento de R$ 33 milhões possibilitou a construção de uma estação com capacidade de expansão. De acordo com o diretor técnico da Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto), Deverson Simioni, o projeto tem uma expectativa de chegar à capacidade máxima em até 25 anos, considerando a concepção atual, e poderá ser ampliada. Com a extensão da rede por mais 84,8 quilômetros, o sistema chegará a oito bairros. A princípio, a estação irá atender moradores da Vila Lenzi, Jaraguá Esquerdo, Tifa Martins, São Luís, Barra do Rio Molha e Nova Brasília. Mas a intenção é alcançar também os bairros Barra do Rio Cerro e Jaraguá 99. O Samae enviou cerca de 1,5 mil solicitações de ligação ao sistema para as residências. O prefeito Dieter Janssen destaca que os benefícios do investimento se estendem para longo prazo. “Cada R$ 1 real investido em tratamento de esgoto é menos R$ 4 gasto em saúde. Nossa população fica melhor, voltamos a ter nossos rios limpos”, comenta. A estação foi projetada com tecnologias que tornam a estrutura eficiente e com baixo consumo energético, conforme o Samae.