Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontam que em 2019, em Santa Catarina, 18 mil mulheres morreram de câncer de mama. Já em Jaraguá do Sul, segundo informações do SUS, em 2020, houve 18 mortes e neste ano (até setembro), já foram sete óbitos por causa da doença.

Preocupado com essa causa e para chamar a atenção de todos sobre a importância do autoexame e o diagnóstico precoce, o Samae mudou a cor dos copinhos com água que são distribuídos nas diversas ações promovidas pelo Município e para as entidades beneficentes durante o Outubro Rosa.

Foto: Divulgação.

A cor rosa e o laço que simboliza a luta mundial contra o câncer de mama, estão estampados nos copos para estimular a participação da população, empresas e entidades.

Outra iniciativa que já vem de alguns anos é a substituição da cor da fatura de saneamento, que será emitida para todos os clientes com a cor predominante rosa, em alusão ao Outubro Rosa.

“Toda ação que estimule as pessoas a cuidarem da saúde é importante. Todos ganham com uma comunidade mais saudável”, observa o diretor presidente do Samae, Ademir Izidoro.

A presidente da Rede Feminina de Combate ao Câncer, Márcia Regina Pereira Silveira, elogiou a iniciativa do Samae em promover a Campanha Outubro Rosa.

"É louvável esse apoio. Agradecemos imensamente”, disse. “Infelizmente muitas mulheres não fazem o autoexame nem a mamografia que é indolor. Se detectado a tempo, a chance de cura é de 95%”, completou.

Fazer exames preventivos e visitas regulares ao médico é fundamental.

Controlar o peso corporal e evitar a obesidade, por meio da alimentação saudável e da prática regular de exercícios físicos, e evitar o consumo de bebidas alcoólicas são recomendações básicas para prevenir o câncer de mama.

O Samae é aliado da população para uma sociedade mais saudável.