Há dois anos, o Instituto Rota da Tilápia foi criado com o objetivo de fortalecer os estabelecimentos e o turismo da região. De acordo com o novo presidente, Aldori da Silva, o processo deu resultado.

Com oito estabelecimentos fazendo parte atualmente da rota nas cidades de Guaramirim, Massaranduba e Jaraguá do Sul, Dori, como é conhecido, afirma que embora ainda não possua dados organizados, o aumento da demanda é visível.

“O Instituto ainda não fez levantamento de qual é a venda dos associados ou quanto está sendo consumido de peixe. Cada uma ainda coordena o seu próprio trabalho de maneira individualizada. Trabalhamos com ideias fomentando o crescimento como um todo, mas dentro do que a gente começou, se percebeu que teve crescimento em venda e público”, garante.

Contando com o apoio da Amvali (Associação dos Municípios do Vale do Itapocu), Aciag (Associação Empresarial de Guaramirim), e Aciam (Associação Empresarial de Massaranduba), a Rota da Tilápia, afirma Dori, fez um trabalho de divulgação e integração nestes primeiros dois anos.

“Ela foi criada para divulgar os pesque-pagues fazendo a unidade deles e trabalhando juntos para a melhoria contínua dos estabelecimentos, integrante a parte de gastronomia e turismo do peixe. Então, começamos fazendo propaganda para divulgar melhor o trabalho e o projeto”, explica.

Um novo ciclo

Agora, passados os primeiros anos de divulgação, o novo presidente afirma que a Rota da Tilápia entra em um novo ciclo, focando na qualidade dos peixes para agregar ainda mais valor à agricultura familiar.

“Agora entramos mais na parte de projetos, trabalhando em conjunto para um bem maior, talvez vendendo alguns produtos da Rota com embalagem e rótulo próprio”, comenta.

Além disso, Dori afirma que o Instituto Rota da Tilápia está formulando uma cartilha com as especificações e regras para que outros estabelecimentos possam se adequar e fazer parte do projeto. “Quanto mais locais estiverem juntos, melhor, assim todos crescemos”, finaliza.

Além de Dori, que assumiu a presidência, Alexandre Osni Girardi assumiu a vice-presidência e Janete Rio a secretaria. Os conselhos também foram definidos em setembro.

Quem integra a Rota da Tilápia?

  • Pesque Pague Restaurante Dori (Massaranduba);
  • Pesque Pague Três Lagoas (Massaranduba);
  • Pesque Pague Rio (Massaranduba);
  • Deck Bier Petiscaria (Guaramirim);
  • Pesque Pague Casqueiro (Guaramirim);
  • Recanto das Pedras (Guaramirim);
  • Recanto da Mata (Guaramirim);
  • Pesque Pague Alcir (Jaraguá do Sul).

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?