A revitalização da SC-108 foi o principal assunto discutido na segunda-feira (26), na primeira reunião do ano do Conselho de Desenvolvimento Regional (CDR) de Jaraguá do Sul. Formado pelos prefeitos e presidentes das Câmaras dos municípios de abrangência da ADR (Corupá, Guaramirim, Jaraguá do Sul, Massaranduba e Schroeder), considerados membros natos, e dois representantes, por município, da sociedade civil organizada, os conselheiros discutiram as prioridades para a região em reunião no auditório da Cooperativa Juriti, em Massaranduba. Os perigos apresentados pela via SC-108, que está em alto grau de deterioração, especialmente no trecho Guaramirim/Massaranduba, são preocupação em comum entre todos os municípios. O prefeito de Massaranduba, Armindo Sésar Tassi, destacou que várias vezes foi pessoalmente a Florianópolis solicitar melhorias. O presidente da Câmara de Vereadores de Massaranduba, Djonathan Cisz, reforçou que a população está sendo envolvida nos pedidos de revitalização. “Todos precisam saber que também não estamos de braços cruzados.” O secretário-executivo de Desenvolvimento Regional, Leonel Pradi Floriani, reforça as solicitações feitas. “Nossa pauta de hoje seria exclusivamente para falar da SC-108, mas o secretário de Estado da Infraestrutura, Paulo França, não conseguiu agenda para vir aqui hoje, mesmo assim vamos reforçar o pedido para que ele venha in loco conhecer a realidade desta via que é a segunda com maior número de acidentes do Estado”, afirmou. O deputado estadual Carlos Chiodini aproveitou a reunião para apresentar os programas desenvolvidos no período em que ficou à frente da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável e se comprometeu em reforçar os anseios da comunidade com relação à SC-108. Ele foi convidado pelo presidente da Câmara de Massaranduba para apresentar os programas Bem Mais simples e Geração TEC para pequenos e médios empreendedores da região. Nesta primeira reunião de 2018 foram empossados oito novos membros, que substituem conselheiros de 2017.