A Rede Nacional Saúde do Homem inaugura no dia 5 de setembro a sua nova sede, localizada na rua Expedicionário Gumercindo da Silva, 311, em Jaraguá do Sul. O prédio, construído em 1936 e tombado pelo Patrimônio Histórico (Decreto Municipal 7.990, de 5 de julho de 2011) foi restaurado e, agora, cedido em regime de comodato pela Rede Giassi Supermercados que, na mesma data, inaugura a 15ª loja em Santa Catarina e o seu primeiro empreendimento na região. "Sempre que nos instalamos em uma nova cidade nos  envolvemos em ações voltadas à comunidade e a parceria com a Rede Nacional Saúde do Homem encaixou-se perfeitamente nesse pensamento", afirma o gerente de Marketing da Rede Giassi, Edson Speck. O fundador e presidente da Rede Nacional Saúde do Homem, Antônio Marcos de Souza, faz questão de enaltecer a parceria com os Supermercados Giassi, "por tornar viável a união entre o empreendedorismo econômico e o empreendedorismo social". A sede atual da rede está instalada na avenida Getúlio Vargas, 181, centro de Jaraguá do Sul, em uma área de aproximadamente 20 metros quadrados, considerada pequena e inadequada para realizar ações de prevenção e atendimento ao público. "Agora, teremos espaço de atendimento psicológico ao homem e seus familiares, para consultas com gerontologista, auditório para palestras e reuniões e até mesmo instalação de showroom para venda de camisetas, bonés e outros artigos com a logomarca da Rede Saúde do Homem", agradece Antônio Marcos. Com o slogan "Homem que se cuida está de bem com a vida", a Rede Nacional Masculina de Prevenção e Combate ao Câncer, foi idealizada em 8 de abril de 2012 e criada no dia 3 de agosto de 2013. É uma entidade sem fins lucrativos, de finalidade sócio assistencial, filantrópica e educacional na área da saúde, reconhecida como de Utilidade Pública Municipal, através da Lei nº 7.357/2017, e Estadual pela Lei nº 17.213/2017. "Daremos entrada no pedido de reconhecimento de Utilidade Pública Federal através da bancada catarinense no Congresso Nacional", adianta o presidente da Rede. Principal causa de mortes no país Se nenhuma medida for tomada para melhorar as políticas públicas de prevenção, detecção e tratamento, o câncer poderá se tornar a principal causa de morte no Brasil, em 2029, chegando a 115 casos por 100 mil habitantes, segundo pesquisa do Observatório de Oncologia da Associação Brasileira de Leucemia e Linfoma (Abrale). Atualmente, os brasileiros morrem mais por conta de doenças do coração, como o enfarte. "As estatísticas são extremamente desfavoráveis aos homens, em relação às mulheres", adverte Antônio Marcos de Souza, "porque elas praticam a cultura da prevenção, enquanto os homens dificilmente cuidam de si e somente procuram o médico em condições de risco". No Brasil, a cada cinco pessoas que morrem entre 20 e 30 anos, quatro são do sexo masculino e a expectativa de vida das mulheres é de quase dez anos superior à dos homens. Semente de mudança cultural A Rede Nacional Saúde do Homem tem por missão, facilitar o acesso às informações relacionadas à prevenção de doenças e promover ações voltadas às práticas saudáveis, visando a qualidade de vida da população masculina. "Nosso objetivo é a mudança de comportamento e hábitos não saudáveis que antecedem a doença do câncer", reforça Antônio Marcos, lembrando que, na nova sede, serão desenvolvidos diversos programas de orientação e informações, tais como:  "Prevenir desde a concepção (palestras para casais e namorados, antes e a partir da concepção do bebê); Ações educativas e culturais nas escolas (formação integral dos estudantes da rede de ensino); Juventude com saúde (orientações sobre os malefícios do uso de drogas lícitas e ilícitas e importância da prática de exercícios físicos, prevenção às doenças contagiosas, etc); Envelhecimento com saúde (como se prevenir para ter uma vida saudável e sobre os direitos das pessoas idosas); Saúde na periferia e área rural; Saúde do trabalhador (visando melhorias no ambiente de trabalho); Saúde do empreendedor; Prevenção a acidentes (domésticos, do trabalho e no trânsito). Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (47) 3376-5867 e 99103-9359, ou ainda no endereço eletrônico redesaudedohomem@gmail.com.   *Com informações da assessoria de imprensa