É fazendo que se aprende e isso os acadêmicos da Faculdade de Tecnologia SENAI sabem muito bem. Além da carga teórica das disciplinas de cada um dos cursos de graduação tecnológica, os alunos têm a oportunidade de colocar em prática tudo aquilo que é estudado. Os diversos laboratórios, com equipamentos de ponta e softwares utilizados pela indústria, permitem que eles deem vida a diversos projetos e estejam diretamente em contato com situações muito semelhante as que acontecem no mercado de trabalho. Uma das iniciativas para ampliar as experiências e diversificar a forma de aprendizado utilizada no SENAI são os projetos integradores. Unindo as matérias da grade curricular e até projetos com outros cursos, a iniciativa alia teoria e prática e asseguram uma forma eficiente e inovadora de ensino. A coordenadora pedagógica Arlete Ehlert de Souza explica que esses projetos integradores permitem que o acadêmico aplique no dia a dia o que aprendem, ou seja, aliam teoria e prática à realidade da indústria. “Esse ano ousamos em integrar entre mais cursos e o resultado foi muito gratificante. Os acadêmicos de Fabricação Mecânica, Design de Moda e Produção do Vestuário se uniram e deram vida ao projeto Drift Trike”, conta. Nesse projeto, os acadêmicos criaram um carrinho - uma espécie de triciclo para descer morros. Cada um ficou responsável por uma parte da iniciativa, que ia desde a marca e uniforme dos pilotos até o projeto de estrutura e montagem do carrinho. “O legal é que juntos os acadêmicos buscaram o alinhamento para seguir de forma coerente com o projeto e para construir o seu conhecimento. Ouviram uns aos outros, debateram ideias e houve a contribuição de todos e é exatamente isso que eles irão encontrar no mercado de trabalho”, enfatiza. projeto   Para o coordenador do curso de Fabricação Mecânica, Mario Cleiton Stephani, o importante desses projetos - tanto esse piloto que englobou outros cursos, quanto os feitos semestralmente, é que os acadêmicos conseguem perceber o que dá certo ou não na prática, ganhando experiência. “Eles percebem o que da teoria pode ou não ser aplicado, fazem os ajustes necessários, aprendem com os erros e saem da faculdade com essas experiências que fazem parte do processo”, afirma. A cada semestre, os acadêmicos são desafiados e instigados a fazerem os projetos inovadores. O Drift Trike foi um o projeto piloto, agora a ideia do grupo docente é levar essa iniciativa - de unir mais cursos em pról de um produto final, para criar outros projetos com os demais cursos de graduação tecnológica. Fabricação Mecânica Os profissionais que atuam na área de metal-mecânica ou que têm interesse em ingressar nesse mercado de trabalho podem aproveitar do curso de Fabricação Mecânica oferecido pela Faculdade de Tecnologia SENAI. Nele, os acadêmicos saem preparados para implementar e gerenciar sistemas de fabricação mecânica de acordo com as normas técnicas vigentes. Os laboratórios e equipamentos de última geração, além de toda a estrutura do SENAI, contribuem para que o acadêmico consiga ampliar as maneiras de adquirir conhecimento, aliando os estudos e a prática com as necessidades das indústrias. O curso tem duração de três anos e meio e as aulas ocorrem diariamente das 18h30 às 22 horas. Usinagem (47) 3372-9521 | www.sistemafiesc.com.br Rua Isidoro Pedri, 263 -  Centro - 89259-590 - Jaraguá do Sul - SC