O prefeito Dieter Janssen entregou na tarde de terça-feira (5), na América Latina Logística (ALL), em Curitiba (PR), o Projeto da Ciclovia do Trabalhador com as alterações técnicas solicitadas pela empresa. O projeto executivo da Ciclovia do Trabalhador, que vai ligar Jaraguá do Sul de Leste a Oeste, foi apresentado à ALL para análise pela Prefeitura, em dezembro do ano passado. É necessária a avaliação porque o projeto passa pela faixa de domínio da ferrovia que é de responsabilidade da empresa. Após a reavaliação, o projeto poderá ser encaminhado para a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para depois ser licitado. O projeto da Ciclovia do Trabalhador foi executado pela empresa Mais Engenharia, de Florianópolis, e teve investimento de R$ 224 mil. O custo total orçado para execução é de R$ 12 milhões, incluindo cinco trechos que somam 19,7 km prevendo a pavimentação, terraplenagem, geométrico cadastral, drenagem, iluminação, obras de arte correntes, contenções e sinalização. Por ter sido separado por trechos, o projeto pode ser licitado em partes, facilitando assim a execução. O projeto teve nove quilômetros a mais do que foi sugerido no estudo do traçado para a ciclovia feita pelo Instituto Jourdan que era de 10,1 km eo valor orçado para os quatro primeiros trechos chega a R$ 8 milhões, estes que incluem a linha férrea por onde a ciclovia vai seguir paralelamente indo dos bairros Centenário passando pelo Centro, Rau,Três Rios do Sul e Nereu Ramos. A inclusão de mais um trecho no projeto (a Vila Chartres) foi solicitado pela Secretaria de Urbanismo como área a ser executado no futuro e prevendo o crescimento da cidade. Este fica fora da ferrovia e, portanto, não precisa ser analisado pela ALL. Hoje o trecho existente da ciclovia segue paralelo à linha férrea e conta com 5,86 quilômetros de extensão. Com o novo traçado pode chegar a 25 km. O prefeito Dieter Janssen salienta que o Projeto da Ciclovia do Trabalhador vai contribuir de forma significativa para a mobilidade urbana da cidade, pois vai liga-la de Leste a Oeste, além de ser uma forma de revitalizar parte do espaço pelo qual passa a ferrovia em Jaraguá do Sul. O projeto da Ciclovia do Trabalhador foi dividido em cinco trechos sendo estes: Trecho 1 – Fundos da biblioteca e Câmara de Vereadores (Centro) – cerca de 700 metros – orçado em R$ 370 mil Trecho 2 – Fundos da Weg 2 (Vila Lalau e Centenário) – 3,4 km – orçado em R$ 1,4 milhão Trecho 3 – Ligação entre os bairros Rau, Três Rios do Sul e Nereu Ramos – 6 km – orçado em R$ 3,9 milhões Trecho 4 – bairro Nereu Ramos (parte histórica) – 1 km – orçado em R$ 1,1 milhão Trecho 5 – Vila Chartres – cerca de 9 km – orçado em R$ 4,5 milhões   Fonte: Prefeitura Municipal de Jaraguá do Sul