A Prefeitura de Jaraguá do Sul inaugurou, na manhã de ontem (30), o posto de saúde Maria Rozisse da Rossa Ribeiro, no bairro Águas Claras. Com 175 metros quadrados, a unidade irá atender à população do bairro e parte dos moradores da Ilha da Figueira. A estimativa é de que 4,5 mil pessoas sejam beneficiadas com a nova unidade. Foram investidos R$ 338 mil na estrutura, sendo R$ 200 mil em recursos do governo federal e R$ 138 mil em recursos próprios do município. O novo posto conta com uma equipe de oito profissionais da saúde, sendo uma médica, uma enfermeira, um técnico de enfermagem, um dentista, um auxiliar de saúde bucal e três agentes comunitários, além de uma recepcionista e uma agente de limpeza. Segundo a diretora de atenção básica do município, Nádia da Silva, a proposta é transferir um clínico geral de apoio do posto da Ilha da Figueira para a nova unidade até setembro. Além disso, o pediatra do bairro passará a atender em ambas as localidades. Segundo o secretário de Saúde, Dalton Fischer, até então o posto da Ilha da Figueira era responsável por cobrir uma área com quase 10 mil habitantes, o que gerava filas. Agora, a demanda poderá ser dividida e o atendimento aperfeiçoado. “Precisávamos ampliar a presença do serviço público aqui. Na saúde, o crescimento tem que ser constante, ainda mais em uma época de crise em que o sistema público é naturalmente mais procurado”, comenta o secretário. Atualmente, a cobertura do sistema de atenção básica do município é de 80% da população, enquanto o da Saúde da Família gira em torno de 55%. A unidade de Águas Claras será a primeira da rede a atender em novo horário, das 7h às 12h e das 13h às 16h30. Os pacientes começam a ser recebidos na próxima semana. Saúde foi principal foco do governo Segundo avaliação do prefeito Dieter Janssen, a saúde conseguiu avançar no município, apesar dos entraves de orçamento dos últimos dois anos. “Uma das pastas que mais nos tomou a atenção durante o mandato é a saúde. Aumentamos o investimento, que passou de 19% para mais de 25% do orçamento da Prefeitura. Sabíamos que para melhorar a saúde tínhamos que colocar a mão no bolso. A população pedia isso”, avalia o prefeito. No ano passado, a pasta fechou o ano com investimento de R$ 159,9 milhões, o que representou 27% do orçamento total da Prefeitura. Em um balanço sobre os avanços registrados pela atual gestão, Janssen destaca três ações. A primeira delas é o aumento do valor repassado aos hospitais, que passou de cerca R$ 5,5 milhões para R$ 7 milhões por hospital, anualmente. A segunda diz respeito ao aumento de 30% concedido aos médicos da rede pública em setembro de 2013, somado à adoção do cartão ponto nos postos e hospitais. E a terceira contempla a implementação do sistema de agendamento de consultas por telefone ou presencial nos postos da rede. “Somando estas e outras ações aos postos de saúde inaugurados e reformados, alcançamos uma estrutura interessante no município, que consegue atender uma parcela alta da população. Ainda temos índices altos de falta nas consultas nos postos, que é algo que precisa ser trabalhado, e as estruturas de alguns postos precisam de melhorias, como a de João Pessoa e Vieiras, que ainda deixam a desejar. Os investimentos têm que ser contínuos para acompanhar o crescimento da cidade”, analisa. Sobre a implantação de três unidades de pronto-atendimento (UPA), proposta durante a campanha eleitoral de 2012, que não foi tirada do papel, Janssen explica que uma reavaliação do poder público concluiu que seria mais benéfica a construção de uma unidade com maior capacidade de atendimento. “Compramos o terreno, fizemos todos os trâmites para a obra, mas tivemos problema com a empresa, que abandonou os trabalhos. Mas a preocupação maior é de que o custo da manutenção de um UPA ainda é muito pesado para os municípios, hoje, ela custaria quase R$ 5 milhões por ano para a Prefeitura. Esperamos que a participação do governo federal possa ser revista, tirando um pouco o custo do município, senão não vale a pena”, argumenta o prefeito lembrando que uma das alternativas adotadas foi a abertura dos Pamas aos sábados. Dentre as ações, segue em andamento a construção do posto de saúde do Jaraguá 84, que está praticamente concluída, mas não tem data de inauguração, e da unidade do Ribeirão Cavalo. Janssen relembra ainda o repasse de R$ 1 milhão do governo do Estado, firmado recentemente, que será utilizado na construção de um posto de saúde de 400 metros quadrados em João Pessoa.   Recursos investidos na Saúde • 2013 - R$ 120,8 milhões • 2014 - R$ 142,5 milhões • 2015 - R$ 159,9 milhões • 2016 - R$ 162,2 milhões* *Estimativa Fonte: Secretaria de Saúde de Jaraguá do Sul   Inaugurações, reformas e programas da rede pública 2013 • Inauguração da nova estrutura do posto de saúde do Santa Luzia • Início das atividades no posto de saúde do Jaraguá 99 2014 • Inauguração do posto de saúde do Rio Molha • Inauguração do posto de saúde do Chico de Paulo • Inauguração da nova estrutura do posto de saúde do Amizade • Reforma e ampliação do posto de saúde da Vila Lalau • Inauguração do Centro de Atenção Psicossocial Infantojuvenil (Capsi) • Implantação do Serviço de Atenção Domiciliar (SAD) 2015 • Inauguração do posto de saúde do Boa Vista • Inauguração do posto de saúde do Três Rios do Norte • Reforma e ampliação do posto de saúde de Nereu Ramos • Reforma e ampliação do posto de saúde do Rau • Reforma e ampliação do posto de saúde da Vila Lenzi • Reforma e ampliação do posto de saúde de Três Rios do Norte • Ampliação do posto de saúde no Rio Cerro II • Reforma do posto de saúde na Ilha da Figueira • Reforma da policlínica de especialidades no Centro • Inauguração da academia da saúde do Vieiras • Inauguração da academia da saúde do Chico de Paulo • Implantação do Serviço de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade (sistema prisional) 2016 • Inauguração do posto de saúde do Águas Claras Fonte: Secretaria de saúde de Jaraguá do Sul   Total de atendimentos do SUS 2013 - 631.126 2014 - 739.657 2015 - 793.505 2016 - 385.931 (até 30/06) Fonte: Secretaria de saúde de Jaraguá do Sul / Sistema Olostech   Numero de médicos atendendo no sistema público 2013 - 91 2014 - 97 2015 - 104 2016 – 97 (até 31/05) Fonte: Secretaria de saúde de Jaraguá do Sul / Sistema Olostech