Neste fim de semana, a missão dos moradores dos bairros Amizade e Czerniewicz é limpar casas e terrenos para participar do Bota Fora, ação realizada pela Prefeitura, Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto), Fujama (Fundação Jaraguaense de Meio Ambiente) e com parceria da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas).

Os materiais devem ser colocados em frente às casas no sábado (19) e domingo (20); mas os caminhões da coleta passam na segunda-feira (21).

O objetivo, garante o presidente da Fujama, Normando Zitta, é promover o descarte correto e consciente de resíduos. Com investimento de R$ 1 milhão, a ação deve iniciar neste fim de semana e se estender até o mês de agosto, recolhendo resíduos nos bairros de Jaraguá do Sul. Zitta destaca que é importante estar atento aos materiais que serão descartados.

“As pessoas precisam estar conscientes que há alguns materiais que não serão recolhidos, como restos de construção civil, podas de árvore e materiais tóxicos”, explica.

Entre os resíduos volumosos que serão recolhidos estão: colchões, sofás, geladeiras, armários e eletrodomésticos.

Sofás velhos e sem mais utilidade estão na lista dos tipos de entulhos que a Prefeitura vai recolher. | Foto Divulgação

O presidente da Fundação pede ainda que os jaraguaenses depositem os materiais volumosos, como sofás velhos, por exemplo, na calçada porque a partir das 7h30 de segunda-feira (21), o caminhão começa a percorrer as ruas dos primeiros bairros do cronograma. O primeiro caminhão será o da CDL, responsável por recolher eletrônicos e depois, duas equipes fazem a coleta do restante de material descartado pela população.

Mas, antes dos caminhões recolherem os resíduos, uma equipe da Fujama irá percorrer os dois bairros orientando a população a respeito de quais materiais podem ser descartados através da ação.

“Nós pedimos para que a população se organize e coloque os materiais na calçada no domingo para que possamos recolher”, explica. Zitta afirma ainda que o tempo de permanência da equipe nos dois primeiros barros é indefinido e irá variar de acordo com a demanda de trabalho.

Um caminhão vai passar na frente das casas e recolher os entulhos colocados pelos moradores. | Foto Divulgação/PMJS

Depois de recolhido, o material será levado para os locais de transbordo que, segundo o presidente da Fujama, são cinco em Jaraguá do Sul. De lá, uma empresa especializada e contratada por meio de licitação destina o material ao aterro industrial.

PEV ficará pronto em setembro

A ação deve se estender até agosto, quando o último bairro será atendido pelo Bota Fora. Depois, a população jaraguaense irá contar com o PEV (Ponto de Entrega Voluntária), que como o próprio nome diz, é o local destinado para o descarte dos resíduos volumosos produzidos na cidade.

A obra do PEV já começou, com previsão de término ainda em 2018. | Foto Eduardo Montecino/OCP News

O local, que fica ao lado da Arena Jaraguá está sendo preparado e deve estar pronto em setembro. “Estamos dando todas as condições necessárias para a população descartar corretamente seus resíduos”, ressalta.

A estimativa é de recolher em torno de 20 toneladas de resíduos volumosos nesta primeira etapa e, ao final do programa, a expectativa é de que o Bota Fora tenha alcançado cerca de 700 toneladas de resíduos.