O Núcleo de Apoio Saúde da Família (NASF) de Corupá realiza um trabalho diferenciado de atendimento à população no município. Composto de equipe com profissionais da saúde que desempenham um trabalho interdisciplinar, o Nasf conta atualmente com assistente social, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, nutricionista e psicólogo. E a eficiência do Núcleo se demonstra pela demanda atendida. Somente em 2017, foram prestados cerca de 2.100 atendimentos, atingindo aproximadamente 5.500 pessoas.

Segundo o secretário de Saúde Irineu Pasold, por meio das ações da equipe multiprofissional do NASF, a Prefeitura consegue chegar a comunidade com atendimento das demandas originadas após o atendimento de médicos, enfermeiros e agentes comunitários de saúde. “O NASF busca a recuperação, manutenção e prevenção em saúde em várias áreas que cuidam da pessoa desde seu estado físico, emocional, nutricional e até social. É uma equipe de verdadeiro apoio à comunidade, por isso temos uma demanda de atendimento grande”, destaca Pasold.

Mais sobre o NASF

Conforme a Política Nacional de Atenção Básica (PNAB 2017), o processo de trabalho do NASF pauta-se a partir de problemas, demandas e necessidades de saúde de pessoas e grupos sociais em seus territórios, bem como a partir de dificuldades dos profissionais de todos os tipos de equipes que atuam na atenção básica em suas análises e manejos. Para tanto, compartilha-se saberes, práticas intersetoriais e de gestão do cuidado em rede e realiza-se educação permanente e gestão de coletivos nos territórios sob responsabilidade destas equipes.

É importante ressaltar que o NASF de Corupá não se constitui como serviço independente e não é de livre acesso para atendimento individual ou coletivo já que estes, quando necessários, devem ser regulados pelas equipes que atuam na atenção básica.

Segundo a PNAB, a Equipe do Núcleo de Apoio a Saúde da Família deve participar do planejamento conjunto com as equipes que atuam na atenção básica à que estão vinculadas; contribuir para a integralidade do cuidado aos usuários do SUS principalmente por intermédio da ampliação da clínica, auxiliando no aumento da capacidade de análise e de intervenção sobre problemas e necessidades de saúde, tanto em termos clínicos quanto sanitários. Também realizar discussão de casos, atendimento individual, compartilhado, interconsulta, construção conjunta de projetos terapêuticos, educação permanente, intervenções no território e na saúde de grupos populacionais de todos os ciclos de vida, e da coletividade, ações intersetoriais, ações de prevenção e promoção da saúde, discussão do processo de trabalho das equipes dentre outros.

Clínica Municipal de Fisioterapia

No mesmo prédio que abriga o Nasf na Rua Roberto Seidel, também funciona a Clínica Municipal de Fisioterapia que atende em média 185 pacientes por mês. No espaço são utilizados recursos terapêuticos para aumentar a capacidade de movimentação, estimula a circulação e diminui as dores de pacientes com fraturas, traumas musculares e entorses. Também são realizados exercícios, tratamento à base de água, calor, frio ou aparelhos específicos para promover a recuperação de nossos pacientes. A maioria dos tratamentos são por conta das disfunções ortopédicas ou decorrente de traumatismos, além de doenças de origem reumatológicas. A clínica atende a pacientes encaminhados pelos postos de saúde.

*Com informações da Prefeitura de Corupá